Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13396
Título: Análise de parâmetros da função reprodutiva masculina após perda ponderal induzida pela cirurgia bariátrica
Autor(es): Dantas Junior, José Hipólito
Palavras-chave: Infertilidade masculina. Cirurgia bariátrica. Testosterona. Obesidade mórbida
Data do documento: 20-Dez-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DANTAS JUNIOR, José Hipólito. Análise de parâmetros da função reprodutiva masculina após perda ponderal induzida pela cirurgia bariátrica. 2012. 51 f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
metadata.dc.description.resumo: Introdução: A obesidade e suas formas extremas como a forma mórbida, vem assumindo preocupação nos sistemas de saúde pública e é atualmente considerado um dos mais importantes agravos de saúde no mundo desenvolvido. Acarreta repercussões em várias partes do corpo, com potencial para interferir negativamente também na função reprodutiva, recentemente sendo mais estudado na população masculina. Objetivo: avaliar parâmetros hormonais e seminais da função reprodutiva em um grupo de homens obesos mórbidos, antes e após 6 meses da perda de peso induzida pela cirurgia bariátrica. Métodos: Inicialmente, de uma amostra de 36 pacientes com idade entre 18 e 40 anos e índice de massa corporal (IMC) ≥40 Kg/m2, apenas 1 caso foi excluído por ser portador de hiperprolactinoma e outros 24 pacientes não completaram todo o protocolo de avaliação laboratorial solicitada. Um total de apenas 11 pacientes completou o protocolo. Todos foram previamente avaliados por uma equipe multidisciplinar. O grupo selecionado foi submetido a avaliação seminal e dosagens hormonais de testosterona total(TT), FSH e LH. Os parâmetros foram reavaliados após 6 meses de realização da cirurgia pela técnica de Y-em-Roux, para análise dos efeitos da perda de peso sobre os parâmetros da função reprodutiva. Resultados: No grupo selecionado ao estudo, os exames pré-operatórios mostraram um grupo heterogêneo de resultados. Após seis meses do tratamento cirúrgico, a perda ponderal foi significativa no grupo analisado, com redução do IMC de mediana 46 Kg/m2para mediana de 36 Kg/m2(p=0,03). Em relação ao perfil hormonal, houve elevação significativa do nível sérico de TT com mediana de 187ng/ml no período pré-operatório para 457 ng/ml (p=0,02) no período pós-operatório. Entre os períodos pré e pós-operatório, não foram observadas alterações significantes do FSH (2,70 mIU/ml para 3,31 mIU/ml, p=0,79), LH (4,82 mIU/ml para 3,00mIU/ml, p=0,39), concentração espermática (38milhões/ml para 31milhões/ml, p=0,88) e motilidade A+B (50% para 50%, p=0,89).Conclusão: A redução ponderal decorrente da cirurgia em obesos mórbidos parece levar a uma elevação dos níveis de testosterona total, sem alterações nas demais provas de avaliação reprodutiva. Estudos adicionais com casuística maior e múltiplos parâmetros são necessários para esclarecimento definitivo do impacto da obesidade e da perda de peso induzida pela cirurgia sobre a função reprodutiva masculina
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13396
Aparece nas coleções:PPGCSA - Mestrado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseHDJ_DISSERT.pdf1,76 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.