Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13442
Título: Otimização de solução extrativa e desenvolvimento tecnológico de produto seco por aspersão de Psidium guajava L.
Autor(es): Ferreira, Marcel da Silva
Palavras-chave: Psidium guajava L.;Fitoterápicos;Psidium guajava L.;Phytomedicines
Data do documento: 31-Mar-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FERREIRA, Marcel da Silva. Otimização de solução extrativa e desenvolvimento tecnológico de produto seco por aspersão de Psidium guajava L.. 2009. 74 f. Dissertação (Mestrado em Bioanálises e Medicamentos) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: The increasing in the consumption of plant medicine by parts of the population generated a bigger need for studies. Drug substitutions, changes and adulterations at the production techniques are common places at plant-originated drugs trade, leading governmental departments of drug control round the world to adopt many analytical practices to medicinal plants. However, agronomic and technological issues cause characteristics and chemical composition variation at the drug, problem to be solved by the subject researchers. The present work aims to obtain a spray dried extract from a extractive solution obtained from Psidium guajava L. leaves based in book references that stress the intermediate dosage forms advantages. It also tries to validate useful methodologies for the quality control for both raw material and its derivates. Using eight sets of the spray dried extract (with Eudragit®, Aerosil ® e Avicel PH101 ® as drying adjuvants), the study proposes analytical methods using techniques commonly performed to plant medicines and its intermediate forms. As results, a viable spray-dried extract was obtained from a standartized extract solution. Among the studied adjuvants, the combination Aerosil ® with Eudragit ® showed the drying outcome, rheology, humidity and tannin content values that best fitted the demands of the Brazilian Pharmacopaea
metadata.dc.description.resumo: O aumento do consumo de fitoterápicos por parte da população gerou uma necessidade maior de estudos dos processos de produção desse tipo de medicamentos por parte da comunidade científica. Substituições na droga, adulterações e alterações na técnica de produção são situações comuns no comércio de produtos farmacêuticos de origem vegetal, levando órgãos governamentais de controle farmacêutico ao redor a adotarem práticas analíticas variadas para os fitomedicamentos. No entanto, fatores agronômicos e tecnológicos causam variações em características da matéria-prima e de constituição química da droga, problemática a ser solucionada pelos pesquisadores da área. O presente trabalho visa obter um produto seco por aspersão a partir de solução extrativa obtida de folhas de Psidium guajava L. baseado em referências bibliográficas que ressaltam as vantagens da forma farmacêutica intermediária. Também busca a validação de metodologias úteis para o controle de qualidade tanto da matéria prima como dos seus derivados. Utilizando-se de oito variações do Produto Seco por Aspersão (com Eudragit®, Aerosil ® e Avicel PH101 ® como adjuvantes de secagem), o estudo propõe modelos analíticos utilizando técnicas comumente utilizadas para fitomedicamentos e suas formas intermediárias. Como resultado, obteve-se um produto seco por aspersão viável, gerado a partir de uma solução extrativa padronizada. Dentre os adjuvantes estudados, a combinação Aerosil ® com Eudragit ® mostrou os valores de rendimento, reologia, umidade residual e teor de taninos que mais se adequavam às exigências da Farmacopéia Brasileira
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13442
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Farmacêuticas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarcelSF.pdf582,21 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.