Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13489
Título: Avaliação do estado nutricional relativo ao selênio e da expressão gênica de selenoproteínas em pacientes com aterosclerose tratados com estatinas
Título(s) alternativo(s): Assessment of nutritional status of selenium and gene expression of selenoproteins in patients with atherosclerosis treated with statins
Autor(es): Ferreira, Diana Quitéria Cabral
Palavras-chave: Aterosclerose. Rosuvastatina. Selênio. Selenoproteínas. Expressão gênica;Atherosclerosis. Rosuvastatin. Selenium. Selenoproteins. Gene expression
Data do documento: 24-Mai-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FERREIRA, Diana Quitéria Cabral. Assessment of nutritional status of selenium and gene expression of selenoproteins in patients with atherosclerosis treated with statins. 2010. 102 f. Dissertação (Mestrado em Bioanálises e Medicamentos) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The aim of this study was to determine the effects of the use of rosuvastatin in patients with atherosclerosis, in relation to blood parameters of selenium and selenoproteins, and also observe possible changes in gene expression of selenoproteins in these patients. The sample consisted of 27 adult and elderly patients with a clinical diagnosis of coronary artery disease undergoing angioplasty, treated at Natal Hospital Center hospital, Natal, RN. Patients were treated with rosuvastatin 10 mg/day during four months. Anthropometric variables such as body mass index (BMI) and Waist circumference (WC) were measured before and after treatment, as well as lipid profile, blood glucose and liver enzymes (AST and ALT). The diet of the patients was also analyzed using 24-hour diet recall. We analyzed the concentrations of selenium in plasma and erythrocytes, and also the activity of Glutathione Peroxidase and gene expression by Real Time PCR of selenoproteins GPx1, SelP1 and SelN1. Patients had mean age of 61.0 ± 9.4 years, 59.3% were men and 40.7% were women. After four months of treatment there was significant reduction of CA and, according to BMI, most were overweight. The intake of macronutrients, cholesterol, polyunsaturated fatty acids, monounsaturated and saturated was adequate, but the energy and fiber intake was below the recommendations. Regarding the selenium intake was observed a high prevalence of inadequacy. As expected, after treatment with rosuvastatin, a significant reduction in total cholesterol, LDL and glucose, which was not observed for HDL. Selenium concentrations in plasma and erythrocytes showed no changes, keeping within the established cutoffs. We observed a significant increase in GPx enzyme activity and mRNA expression of GPX1 and SEPN1, but not for gene SEPP1. Thus, it was found that treatment with rosuvastatin did not reduce the expression of selenoproteins. More studies are needed to clarify the effects of rosuvastatin on gene expression of selenoproteins in patients with atherosclerosis
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo verificar os efeitos do uso da rosuvastatina em pacientes com aterosclerose, em relação aos parâmetros sanguíneos de selênio e selenoproteínas, bem como observar possíveis alterações na expressão gênica de selenoproteínas nesses pacientes. A amostra foi constituída de 27 pacientes adultos e idosos com o diagnóstico clínico de doença arterial coronariana submetidos à angioplastia, atendidos no Natal Hospital Center, Natal, RN. Os pacientes foram tratados com 10mg/dia de rosuvastatina durante 4 meses. Variáveis antropométricas, como Índice de Massa Corporal (IMC) e Circunferência Abdominal (CA), foram medidas antes e após o tratamento, bem como o perfil lipídico, glicemia e enzimas hepáticas (AST e ALT). A dieta dos pacientes também foi analisada utilizando o Recordatório alimentar de 24 horas. Foram analisadas as concentrações do selênio no plasma e nos eritrócitos, e também a atividade da enzima Glutationa Peroxidase e a expressão gênica por PCR em Tempo Real das selenoproteínas GPx1, SelP1 e SelN1. Os pacientes apresentaram idade média de 61,0±9,4 anos, sendo 59,3% homens e 40,7% mulheres. Após os quatro meses de tratamento observou-se redução significativa da CA e, de acordo com o IMC, a maior parte estava com sobrepeso. A ingestão dos macronutrientes, colesterol, ácidos graxos polinsaturados, monoinsaturados e saturados foi adequada, porém a de energia e fibras estava abaixo das recomendações. Com relação a ingestão de selênio foi observada uma alta prevalência de inadequação. Como esperado, após o tratamento com a rosuvastatina, houve redução significativa do colesterol total e LDL, bem como da glicemia, o que não foi observado para o HDL. As concentrações de selênio no plasma e eritrócitos não apresentaram alterações, se mantendo dentro dos pontos de corte estabelecidos. Foi observado um aumento significante na atividade enzimática da GPx e na expressão de mRNA do GPX1 e SEPN1, mas não para o gene SEPP1. Dessa forma, foi verificado que o tratamento com a rosuvastatina não diminuiu a expressão das selenoproteínas. Mais estudos são necessários para esclarecer os efeitos da rosuvastatina sobre a expressão gênica de selenoproteínas em pacientes com aterosclerose
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13489
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Farmacêuticas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DianaQCF_DISSERT.pdf1,61 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.