Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13529
Título: Capital social e igreja católica :expressões e práticas no sertão do Seridó
Autor(es): Medeiros, José Lucena de
Palavras-chave: Capital social;Associações rurais;Tradição associativa;Social capital;Rural associations;Associative tradition
Data do documento: 14-Mar-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MEDEIROS, José Lucena de. Capital social e igreja católica :expressões e práticas no sertão do Seridó. 2008. 152 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: It historizes and it analyzes the social capital in the area Seridó. The traditions associative seridoenses are reconstructed starting from the dimensions: economical, social, religious person and politics. In them it is possible to notice actions that form the social capital of the area. The country of Seridó present an associative tradition based on the mutual help, in the trust and reciprocity that she remount there are decades in your history. The relationship among the Catholic Church, that historically it is present in the area, and rural communities, through your community associations, it is the backdrop where you/they are the responsible associative elements for the tear of the regional social fabric: in him (the backdrop) he/she is the responsible social capital for the work of the rural community organizations. The Catholic Church, through your social action and the Program of Combat to the Rural Poverty, of Rio Grande do Norte is the league that sustains the actions collective seridoenses
metadata.dc.description.resumo: Historia e analisa o capital social na região Seridó. As tradições associativas seridoenses são reconstruídas a partir das dimensões: econômica, social, religiosa e política. Nelas é possível perceber ações que formam o capital social da região. Os sertanejos do Seridó apresentam uma tradição associativa baseada na ajuda mútua, na confiança e reciprocidade que se remonta há décadas na sua história. A relação entre a Igreja Católica, que historicamente está presente na região, e comunidades rurais, através de suas associações comunitárias, é o pano de fundo onde se encontram os elementos associativos responsáveis pelo tear do tecido social regional: nele (o pano de fundo) encontra-se o capital social responsável pelo trabalho das organizações comunitárias rurais. A Igreja Católica, através de sua ação social e o Programa de Combate à Pobreza Rural, do Rio Grande do Norte são a liga que sustenta as ações coletivas seridoenses
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13529
Aparece nas coleções:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseLM.pdf388,7 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.