Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13631
Título: A encruzilhada da vida política em assentamentos de reforma agrária no Rio Grande do Norte
Autor(es): Fernandes, Melquisedeque de Oliveira
Palavras-chave: Reforma agrária;Assentamentos rurais;Associativismo;Organização política;Participação;Democracia participativa;Agrarian reform;Rural settlements;Associative;Political organization;Participation;Democracy participative
Data do documento: 28-Mai-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FERNANDES, Melquisedeque de Oliveira. A encruzilhada da vida política em assentamentos de reforma agrária no Rio Grande do Norte. 2010. 112 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The rural settlements represent a mark in the expensive historical process of fight by the land in Brazil. At first offer basic terms of survival, through the access the land and of the fundamental supports for exploration. At the same time, have stimulated organization forms politicizes of the families who manage to work with the new challenges of the everyday. The moment that follows the land conquest, and therefore, the settlements construction while life and work project, it is crossed for objective and subjective demands, with highlight for options of agricultural production and strategies of collective action. Originally formed as representation instance legitimates of the families - front to the government and social actors - the settlers associations are private spaces for political sociability, that guided by principles participative, can lead the settlers the new conquests through indeed democratic experiences. The goal of this work is to comprehend the participation forms in the scope of these associations and the way as that translates in life best terms for the group, from the settlements experiences located in the Territories of the Citizenship Mato Grande and Açu-Mossoró, in Rio Grande do Norte's State. The theoretical conceptions that guide this analysis are concentrate on discussions about democracy and participation (Patermam, Putnam, Bodernave) and in the reflections about the rural world (Medeiros, Martins, Woodman e Woodman and Bergamansco). About methodological, different point of view strategies were developed: The direct observation, the application in locate of questionnaires to the families settlers and interviews semi-structured with the internal leaderships. With that could verify that the participation forms in the associations operate in two heartfelt: Of a side, they promote assimilation opportunities of democratic abilities accompanied of notions of social rights and redefinition of political standards; Of another, it offers indeed the possibility of the settlers lead, with relative autonomy, the political organization and her changes in direction to a way of life that wish to have in the settling
metadata.dc.description.resumo: Dentro do caro processo histórico de luta pela terra no Brasil, os assentamentos rurais representam um marco de conquista de trabalhadores rurais sem terra. A princípio, oferecem condições básicas de sobrevivência, através do acesso à terra e suporte inicial para sua exploração. Ao mesmo tempo, são estimuladas formas de organização política das famílias para que consigam lidar com os novos desafios do cotidiano. O momento que segue à conquista da terra e, por conseguinte, a construção do assentamento enquanto projeto de vida e de trabalho, é atravessado por demandas objetivas e subjetivas, com destaque para as alternativas de produção agrícola e estratégias de articulação coletiva. As associações de assentados, originalmente formadas como dispositivos de gestão coletiva da terra, são também espaços reservados para sociabilidade política, que orientada por princípios participativos, pode conduzir os assentados às novas conquistas, ditadas no ritmo das experiências cotidianas. O objetivo desse trabalho é o de buscar compreender formas de participação no âmbito destas associações e a maneira pela qual isto se traduz em melhores condições de vida para o grupo, a partir das experiências de assentamentos localizados nos Territórios da Cidadania Mato Grande e Açu-Mossoró, no Estado do Rio Grande do Norte. As concepções teóricas que orientam esta análise concentram-se nas discussões sobre democracia e participação (Paterman, Putnam, Bodernave) e nas reflexões sobre o mundo rural (Medeiros, Martins, Woortmann e Woortmann, Bergamansco). Do ponto de vista metodológico, diferentes estratégias foram desenvolvidas: a observação direta, o registro em caderno de campo, a aplicação, in loco, de questionários socioeconômicos às famílias assentadas e entrevistas semi-estruturadas com as lideranças internas. Com isso, pudemos constatar que as formas de participação nas associações operam em dois sentidos: de um lado, promovem oportunidades de assimilação de capacidades democráticas acompanhada de noções de direitos sociais e redefinição de padrões políticos; de outro, oferece efetivamente a possibilidade dos próprios assentados conduzirem, com relativa autonomia, a organização política e suas mudanças em direção a um modo de vida que desejam ter no assentamento
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13631
Aparece nas coleções:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MelquisedequeOF_DISSERT.pdf2,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.