Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13758
Título: Cinematografando o consumo :as narrativas e práticas culturais dos clientes de videolocadoras de Natal (RN)
Autor(es): Gomes, Jochen Mass Xavier
Palavras-chave: Cinema;Consumo;Narrativas;Videolocadoras;Cinema;Consume;Narratives;Movie Rental
Data do documento: 11-Out-2005
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: GOMES, Jochen Mass Xavier. Cinematografando o consumo :as narrativas e práticas culturais dos clientes de videolocadoras de Natal (RN). 2005. 111 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2005.
Resumo: The present work is an exercise of analysis of cultural practices related to movie consume by the clients of video rental stores in Natal city (Rio Grande do Norte, Brazil). With sociology of practice as support, especially that one which develops from the seminal works of Anthony Giddens and Pierre Bourdieu, we have searched, from the apprehension of the narratives build up by these actors from the movies they attend, to point the way they build exercises of reflexivity and creativity in the reception of works commonly identified as products of the so called mass culture . This path allows us, in the steps of Nestor Garcia Canclini, researcher in reception within Latin-American context, create and, somehow confirm the hypothesis that consume is also useful for thinking . In order to get to this result, we have carried out a camp research that used instruments and techniques both quantitative and qualitative. After the data analysis we came to the conclusion that consume of movies taken as commercial type and as not very noble in the environment of cultural production, also impels exercises of creativity and social reflexivity
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho é um exercício de análise das práticas culturais relacionadas ao consumo de filmes pelos clientes de videolocadoras da cidade de Natal (RN). Tendo por suporte uma sociologia da prática, especialmente aquela que se desdobra a partir das obras seminais de Anthony Giddens e Pierre Bourdieu, buscamos, a partir da apreensão das narrativas construídas por esses atores dos filmes a que assistem, apontar como eles constroem exercícios de reflexividade e criatividade na recepção de obras comumente identificadas como produtos da chamada cultura de massas . Esse caminho nos possibilita, seguindo as indicações de Nestor Garcia Canclini, estudioso da recepção no contexto latino-americano, construir, e, de algum modo comprovar, a hipótese de que o consumo também serve para pensar . Para chegar a esse resultado, realizamos uma pesquisa de campo que se serviu de instrumentos e técnicas tanto quantitativos quanto qualitativos. Após a análise dos dados, chegamos à conclusão de que o consumo de filmes tidos como comerciais e como produtos pouco nobres no âmbito da produção cultural, também impulsiona exercícios de criatividade e reflexividade social
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13758
Aparece nas coleções:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JochenMXG.pdf624,22 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.