Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13781
Título: O incesto : discurso e ideologia
Autor(es): Almeida, Tatiana Glícia Bilro de
Palavras-chave: Incesto;Ideologia.;Criança.;Lei e transgressão;Incest;Ideology;Child;Law and transgression
Data do documento: 30-Nov-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALMEIDA, Tatiana Glícia Bilro de. O incesto : discurso e ideologia. 2006. 206 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: This research had as purpose to establish the logic symbolic present in the contemporary society that facilitated the emergency of a public speech on the incest, and, consequently, to demonstrate the ideological nature that structures it. Event associated to the order of the taboo, the incest would be the transgression of the injunction that, second Lévi-Strauss, facilitated the emergency of the Culture while symbolic order, differentiated of the natural order. The injunction of the incest would reveal the elementary and universal structures of the order symbolic presents in the human societies: the demand of the Rule as rule; the reciprocity and the gift, present element in the social changes that it transforms the individuals in partners, increasing a new quality in the transferred value, according to Lévi-Strauss. Starting from this, I developed the hypothesis second which the phenomenon of the alone incest became an event of discursive order and public as right social transformations affected the normative system (social representations, values, moral) regulator of the relationships among the social subjects, being reflected like this, in the own structuring of the Law. A second work hypothesis was developed starting from that. I develop it leaving of the argument that if when inserting the discussion of the thematic of the defense of the children and adolescent rights, being then, considering it while "privileged modality of sexual abuse against children", the present central subjects in the structuring of the social entail would be leaved. Being like this, the partner-institutional speech on the incest would answer the social demands of order and social control, becoming like this, discursive formations of ideological character. This research work tried to follow the hypothesis above referred, demonstrating the singular sense that it will be attributed to the incest in the contemporary society, particularly, its relationship with the Law and the transgression in the contemporary society
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa teve como intuito estabelecer a lógica simbólica atuante na sociedade contemporânea que possibilitou a emergência de um discurso público sobre o incesto, e, por conseguinte, demonstrar a natureza ideológica que o estrutura. Acontecimento associado à ordem do tabu, o incesto seria a transgressão do interdito que, segundo Lévi-Strauss, possibilitou o aparecimento da Cultura enquanto ordem simbólica, diferenciada da ordem natural. O interdito do incesto revelaria as estruturas elementares e universais da ordem simbólica presentes nas sociedades humanas: a exigência da Regra como regra; a reciprocidade e o dom, elemento presente nas trocas sociais que transforma os indivíduos em parceiros, acrescentando uma qualidade nova no valor transferido, segundo Lévi-Strauss. A partir disso, desenvolvi a hipótese segundo a qual o fenômeno do incesto torna-se um acontecimento de ordem discursiva e pública à medida que certas transformações sociais afetam o sistema normativo (representações sociais, valores, moral) regulador das relações entre os sujeitos sociais, refletindo-se assim, na própria estruturação da Lei. Uma segunda hipótese de trabalho foi desenvolvida a partir dessa. Desenvolvo-a partindo do argumento de que se ao inserir a discussão sobre o incesto dentro da temática de defesa dos direitos infantojuvenis, considerando-o enquanto uma modalidade privilegiada de abuso sexual contra crianças, as questões centrais presentes na estruturação do vínculo social seriam elididas. Sendo assim, o discurso sócio-institucional sobre o incesto responderia as demandas sociais de ordem e controle social, tornando-se assim, formações discursivas de caráter ideológico. Este trabalho de pesquisa procurou seguir as problematizações acima referidas, demonstrando o sentido singular que será atribuído ao incesto na sociedade contemporânea, particularmente, sua relação com a Lei e a transgressão na sociedade contemporânea
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13781
Aparece nas coleções:PPGCS - Mestrado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TatianaGBA.pdf625,12 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.