Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13847
Título: O renascimento do parto e da (reinvenção da) emancipação social na blogosfera brasileira: contra o desperdício das experiências
Autor(es): Luz, Lia Hecker
Palavras-chave: Canais alternativos de comunicação. Blogs. Modelos de assistência ao parto. Humanização do parto. Sociologia das ausências e das emergências. Cartografia simbólica;Alternative channels of communication Blogs. Birth models of care. Humanizing birth. Sociology of absences and emergences. Symbolic cartography
Data do documento: 29-Mai-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LUZ, Lia Hecker. O renascimento do parto e da (reinvenção da) emancipação social na blogosfera brasileira: contra o desperdício das experiências. 2014. 156 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Regional; Cultura e Representações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: The birth models of care are discussed, in the light of classical and contemporary social science theoretical background, emphasizing the humanistic model. The double spiral of the sociology of absences and the sociology of emergences is detailed, being based, on one hand, on the translation of experiences of knowledge, and, on the other, on the translation of experiences of information and communication, by revealing the movement articulated by Brazilian women on blogs that defend and bring into light initiatives aiming to recover natural and humanized birth. A cartography of the thematic ideas in birth literature is produced, resulting in the elaboration of a synthetic map on obstetric models of care in contemporaneity, pointing out the consequences of the obstetric model that has become hegemonic in contemporary societies, and comparing that model to others that work more efficaciously to mothers and babies. A symbolic cartography of the activism for humanizing birth on the Brazilian blogosphere is configured by the elaboration of an analytical map synthetizing the main mottos defended by the movement: Normal humanized birth; Against obstetrical violence; and Planned home birth. The superposition of the obstetric models of care s map and the rebirth of birth s analytical map indicates it is necessary to reinforce three main measures in order to make a paradigmatic turn in contemporary birth models of care possible: pave the way for the humanistic care of assistance in normal birth, by defending and highlighting practices and professionals that act in compliance with evidence based medicine, respecting the physiology of birth; denaturalize obstetric violence, by showing how routine procedures and interventions can be means of aggression, jeopardizing the autonomy, the protagonism and the respect towards women; and motivate initiatives of planned home birth, the best place for the occurrence of holistic experiences of birth. It is concluded that Internet tools have allowed a pioneer mobilization in respecting women s reproductive rights in Brazil and that the potential of the crowd s biopower that resides on the blogosphere can turn blogs into a hegemonic alternative way to reach more democratic forms of social organization. In that condition of being virtually hegemonic in contesting the established power, these blogs can be understood, therefore, as potentially great contra-hegemonic channels for the rebirth of birth and for the reinvention of social emancipation, as their author s articulate and organize themselves to strive against the waste of experience, trying to create reciprocal intelligibility amongst different experiences of world
metadata.dc.description.resumo: Discute-se, à luz de referenciais teóricos clássicos e contemporâneos das ciências sociais, os modelos de assistência ao parto, pondo em relevo o parto humanizado. Particularizam-se os referentes da dupla espiral da sociologia das ausências e da sociologia das emergências, assente, de um lado, na tradução de experiências de conhecimentos, e de outro, na tradução de experiências de comunicação e informação, ao mostrar o movimento que se articula entre mulheres brasileiras em blogs que defendem e dão visibilidade a iniciativas de recuperação do parto natural e humanizado. Realiza-se uma cartografia das ideias temáticas presentes na literatura sobre o parto, resultando na elaboração de mapa síntese dos modelos de assistência obstétrica na contemporaneidade, apontando-se as consequências do modelo que se tornou hegemônico nas sociedades contemporâneas e contrapondo-o a outras abordagens de atenção ao nascimento que funcionam mais eficazmente para mães e bebês. Configura-se uma cartografia simbólica do ativismo pela humanização do parto na blogosfera brasileira, mediante elaboração de mapa analítico com síntese das principais bandeiras defendidas pelo movimento: Parto normal humanizado; Contra a violência obstétrica; e Parto Domiciliar Planejado (PDP). A sobreposição do mapa com os modelos de assistência obstétrica e do mapa analítico do renascimento do parto aponta ser necessário reforçar três medidas principais para possibilitar uma virada paradigmática na assistência ao parto na contemporaneidade: pavimentar o caminho para a assistência humanizada ao parto normal, ao defender e dar visibilidade a práticas e a profissionais que atuam de acordo com a medicina baseada em evidências, respeitando a fisiologia do parto; desnaturalizar a violência obstétrica, ao mostrar como procedimentos e intervenções de rotina são formas de agressões que colocam em xeque a autonomia, o protagonismo e o respeito à mulher; e incentivar iniciativas de parto domiciliar planejado, local mais viável para ocorrência das experiências holísticas de nascimento. Conclui-se que as ferramentas da Internet têm permitido uma mobilização inédita em prol do respeito aos direitos reprodutivos das mulheres no Brasil e que o potencial de biopotência da multidão que reside na blogosfera pode tornar tais canais em hegemônicos enquanto vias alternativas para alcançar formas mais democráticas de organização social. Nessa condição de virtualmente hegemônicos na contestação do poder estabelecido, os blogs configuram-se, assim, em canais com grande potencial contra-hegemônico para o renascimento do parto e a reinvenção da emancipação social, na medida em que suas autoras se articulam e se organizam para combater o desperdício das experiências, buscando criar inteligibilidade recíproca entre diferentes experiências de mundo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13847
Aparece nas coleções:PPGCS - Doutorado em Ciências Sociais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LiaHL_TESE.pdf1,6 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.