Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14014
Título: Biologia populacional comparada de duas espécies de heliconius (Lepidoptera: Nymphalidae) em um ambiente sazonal de floresta atlântica do nordeste brasileiro
Autor(es): Lima, Luciana Lopes Ferreira de
Palavras-chave: variação sazonal;dinâmica populacional;Heliconius;carga polínica;variação fenotípica;seasonal variation;population dynamic;Heliconius;pollen load size and phenotypic variation
Data do documento: 28-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Luciana Lopes Ferreira de. Biologia populacional comparada de duas espécies de heliconius (Lepidoptera: Nymphalidae) em um ambiente sazonal de floresta atlântica do nordeste brasileiro. 2009. 48 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: Tropical environments often face strong seasonal variations in climate, such as alternate periods of dry and rain, that may often be important influence in the annual X the organisms lives. Here we assess how population dynamics of two butterfly species (Heliconius erato and Heliconius mepomene) respond to environmental and seasonal variations. A mark-release-recapture study carried out in an Atlantic forest reserve, 15 Km from Natal, Rio Grande do Norte, Brazil, for 3 years, during the dry and rainy season, with three visits weekly done. Information such as species, wing lenght, site of capture, pollen load and phenotype (number of spots) (in H. erato only) were noted for each capture. Seasonal variation exists in capture rates of the two species, with great capture rates during the rainy season. Despite finding differences in the mean density of individuals of the two species among the different collection areas, this difference was only significant between floodplain and central areas, and no influence of seasonality was observed in the mean density between the areas. Seasonality in wing size was only observed for H. erato, with larger wings during the rainy season. Females carried larger pollen loads than males both species, but species were similar. Only males differed seasonally, with larger pollen loads during the rainy season. The distribution of the number of wing spots did not vary between the dry and rainy seasons, and the number of spots in males and females was similar. Therefore, we conclude that there was a strong influence of seasonal variation in the population dynamic of the two Heliconius species, as well as in several aspects of their biology
metadata.dc.description.resumo: Ambientes tropicais, assim como temperados, costumam se deparar com fortes variações sazonais em seus regimes climáticos, manifestadas através de períodos alternados de seca e chuva, que podem ter pronunciada influência em diversos aspectos da vida dos organismos que neles habitam. O presente estudo teve como objetivo avaliar como a dinâmica populacional de duas espécies de borboleta (Heliconius erato e Heliconius melpomene) responde às variações ambientais sazonais por elas enfrentadas. Um trabalho de marcação e recaptura das espécies foi realizado em uma reserva de mata Atlântica localizada cerca de 15 km da cidade de Natal (RN), durante um período de três anos, nos meses mais secos e chuvosos do ano, com três visitas semanais. Informações como espécie, comprimento alar, local de captura, idade, tamanho da carga polínica coletada e fenótipo (número de manchas na porção ventral das asas anteriores) em H. erato foram obtidas para cada captura. Observou-se variação sazonal nas taxas de captura das duas espécies, com maior incidência nos períodos mais chuvosos, e baixa taxa de recaptura, principalmente nos períodos mais secos. Apesar de encontrada diferença na densidade média de indivíduos das duas espécies entre as diferentes áreas de coleta, esta foi significativa somente entre as áreas de várzea e central, e não foi observada influência da sazonalidade na densidade média entre as áreas. O efeito da sazonalidade sobre o comprimento alar somente foi observado para H. erato, com indivíduos coletados nos períodos de chuva apresentando tamanhos superiores. Fêmeas coletaram maiores cargas polínicas do que machos nas duas espécies, mas não houve diferença quando comparadas as espécies entre si. Quando analisada a influência sazonal na obtenção de pólen, somente os machos apresentaram divergências entre as estações, com indivíduos capturados nos períodos mais chuvosos coletando maiores cargas polínicas. Quanto à variação fenotípica em H. erato, a distribuição do número de manchas não variou entre as estações seca e chuvosa, assim como não houve diferença no número de manchas entre machos e fêmeas. Podemos então concluir que houve forte influência da variação sazonal na dinâmica populacional das duas espécies de Heliconius, bem como em vários aspectos de sua biologia
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14014
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LucianaLFL.pdf2,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.