Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14026
Título: Influência da matéria orgânica dissolvida alóctone e autóctone sobre o balanço de carbono em sistemas aquáticos: um experimento em mesocosmos
Autor(es): Moura, Caroline Gabriela Bezerra de
Palavras-chave: Metabolismo bacteriano;Balanço de carbono;Mesocosmos.;Bacterial metabolism;Carbon balance;Mesocosms.
Data do documento: 28-Fev-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MOURA, Caroline Gabriela Bezerra de. Influência da matéria orgânica dissolvida alóctone e autóctone sobre o balanço de carbono em sistemas aquáticos: um experimento em mesocosmos. 2010. 51 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
metadata.dc.description.resumo: O aumento da concentração de CO2 na atmosfera tem sido observado, principalmente a partir da revolução industrial. Uma das causas principais desse comportamento tem sido a queima de combustíveis fósseis. Isso tem levado a alterações globais no ciclo do carbono. Desta forma tem sido de suma importância trabalhos que mostrem a influência dos sistemas em geral e suas contribuições relativas na dinâmica e ciclo do carbono. Dentro deste contexto, os ecossistemas aquáticos apresentam importância no processamento da matéria orgânica produzida internamente nos sistemas aquáticos (autóctone), bem como a matéria orgânica trazida dos sistemas terrestres (alóctone). Os principais organismos que metabolizam a matéria orgânica dissolvida (carbono orgânico dissolvido COD) presente nos sistemas aquáticos são as bactérias. No entanto a qualidade da matéria orgânica determina a preferência e a via metabólica (produção bacteriana - PB ou respiração bacteriana - RB) pela qual o carbono será direcionado quando assimilado pelas bactérias. Nos sistemas aquáticos a diversidade da matéria orgânica presente, muitas vezes estimula a produção bacteriana. Desta forma, os objetivos deste trabalho foram avaliar os efeitos do COD alóctone e autóctone na PB e RB, além de avaliar o efeito da mistura de COD sobre o balanço de CO2 no experimento de mesocosmo. Para testar os objetivos realizamos um experimento de mesocosmo com o arranjo experimental do tipo (2x2) destinado a simular condições onde houvesse o predomínio de matéria orgânica autóctone (fitoplâncton), alóctone (detrito de vegetação terrestre) e ambas combinadas. Consistindo em quatro tratamentos incluindo o Controle. A duração do experimento foi de 42 dias. Verificamos no geral que os tratamentos enriquecidos com matéria orgânica alóctone apresentaram as maiores taxas metabólicas (RB, CO2), o que provavelmente esteve relacionado à qualidade da matéria orgânica utilizada. Concluímos que o aporte de matéria orgânica de origem terrestre resulta em aumento da atividade de decomposição resultando na condição de heterotrofia nos tanques estudados. Concluímos ainda que com o esgotamento da matéria, os tanques passaram a apresentarem-se subsaturados em CO2, resultando na condição de autotrofia. Concluímos também que nos tanques com mistura de fonte o efeito observado foi antagônico.
The increased concentration of CO2 in the atmosphere has been observed, mainly from the industrial revolution. One of the main causes of this behavior has been the burning of fossil fuels. This has led to changes in the global carbon cycle. Thus it has been extremely important work showing the influence of systems in general and their contributions on the dynamics and the carbon cycle. Within this context, aquatic ecosystems have importance in the processing of domestically produced organic matter in aquatic systems (indigenous) and the organic matter brought from the terrestrial (allochthonous). The main organisms that metabolize dissolved organic matter (dissolved organic carbon - DOC) present in aquatic systems is bacteria. However the quality of organic matter determines the preference and the metabolic pathway (bacterial production - PB or bacterial respiration - RB) by which carbon will be directed when assimilated by bacteria. In aquatic systems, the diversity of organic matter present, often stimulates bacterial production. Thus, the objectives were to evaluate the effects of allochthonous and autochthonous DOC in the PB and RB, and to evaluate the effect of mixing of DOC on the CO2 balance in the mesocosm experiment. For testing purposes we conducted a mesocosm experiment with the experimental arrangement of type (2x2) to simulate conditions where there was a predominance of autochthonous organic matter (phytoplankton), allochthonous (terrestrial vegetation detritus) and both combined. Consisting of four treatments including control. The experiment lasted 42 days. We note that in general the treatments enriched with allochthonous organic matter showed the highest metabolic rates (RB, CO2), which probably was related to the quality of organic matter used. We conclude that the input of organic matter from terrestrial origin results in increased activity of decomposition resulting in the condition of heterotrophy in the tanks studied. We also concluded that the exhaustion of matter, the tanks began to present themselves in subsaturados CO2, resulting in the condition of autotrophy. We also conclude that the tanks blend with the source of the observed effect was antagonistic.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14026
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarolineGBM_DISSERT.pdf760,68 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.