Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14101
Título: Crescimento econômico e restrição externa: evidências empíricas na economia brasileira (1991-2010)
Autor(es): Silva, Andrei de Lima e
Palavras-chave: Crescimento econômico. Restrição no balanço de pagamentos. Brasil. Séries temporais;Economic growth. Balance of payments constraint. Brazil. Time series
Data do documento: 29-Jul-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Andrei de Lima e. Crescimento econômico e restrição externa: evidências empíricas na economia brasileira (1991-2010). 2013. 77 f. Dissertação (Mestrado em Economia Regional) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: This study aims to investigate the influence of the balance of payments constrained on economic growth in Brazil from 1991 to 2010. With this order, are shown some of the Keynesian balance of payments constrained growth models, inspired by Thirlwall (1979) and Kaldor (1970), which are supported by important points in common, such as adherence to the principle of effective demand. Given that within this theoretical perspective, there is no consensus about the best model to explain the growth rate allowed by the balance of payments constraint, the results are presented by the representative of the empirical literature that addresses the topic, which are necessary for understand the Brazilian case. From the estimation of the income elasticity of imports (0.85) via autoregressive vectors with error correction (VEC), it was calculated five growth rates of income, as predicted by the models of Thirlwall (1979), Thirlwall and Hussain (1982), Moreno-Brid (1998, 2003) and Lourenço et al. (2011) and compared with the actual growth rate. The empirical analysis has shown that: it can not reject the presence of external constraint in the Brazilian economy, there is a strong similarity in growth rates provided by different modeling suggest that growth with external constraint. In addition, when using data in quarterly for the period after 1990 there are no factors that could cause instability in the parameters of the import function (income elasticity and price elasticity of imports) within the period, which indicates that the structural break widely associated with the year 1994 was not confirmed by this study
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo verificar a influência da restrição externa sobre o crescimento econômico brasileiro no período de 1991 a 2010. Com este intuito, são apresentados alguns dos principais modelos keynesianos de crescimento restringido pela balança de pagamentos, inspirados por Thirlwall (1979) e Kaldor (1970), os quais são sustentados por importantes pontos em comum, como a adesão ao princípio da demanda efetiva. Tendo em vista que, no âmbito desta linha teórica, não há consenso sobre a modelagem que melhor explique a taxa de crescimento permitida pela restrição externa, são apresentados os resultados encontrados por parte representativa da literatura empírica que trata do tema, que se faz necessário para um melhor entendimento do caso brasileiro. A partir da estimação da elasticidade-renda das importações (0,85) através de vetores autorregressivos com correção de erros (VEC), foram calculadas cinco taxas de crescimento da renda, conforme previsto pelos modelos de Thirlwall (1979), Thirlwall e Hussain (1982), Moreno-Brid (1998; 2003) e Lourenço et al. (2011) e comparou-as com a taxa de crescimento efetiva. A análise empírica permitiu verificar que: não se pode rejeitar a presença de restrição externa na economia brasileira; há forte similaridade nas taxas de crescimento previstas pelos diferentes modelagens que propõem o crescimento com restrição externa. Além disso, ao se utilizar séries trimestrais para o período pós-1990, não existem fatores capazes de provocar instabilidade nos parâmetros da função de importação (elasticidade-renda e elasticidade-preço das importações) dentro do período, o que indica que a quebra estrutural amplamente associada ao ano de 1994 não foi confirmada para o período de análise deste estudo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14101
Aparece nas coleções:PPGECO - Mestrado em Economia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AndreiLS_DISSERT.pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.