Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14160
Título: Natal como destino turístico : um estudo das imagens (re)veladas pela mídia, pelos turistas e suas implicações educacionais e culturais
Autor(es): Souza, Maria de Fátima Araújo Costa de
Palavras-chave: Educação;Representações sociais;Imaginário social;Destino turístico;Marketing turístico;Education;Social representations;Social imaginary;Tourist destination;Tourist marketing
Data do documento: 22-Jul-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUZA, Maria de Fátima Araújo Costa de. Natal como destino turístico : um estudo das imagens (re)veladas pela mídia, pelos turistas e suas implicações educacionais e culturais. 2008. 223 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: This thesis is a result of a research on Natal/RN as a tourist destination. We understand that cities are chosen as tourist destinations beyond its cartographic localization, from other dimensions of meanings that, in its set, constitute images. These images are, probably, very different of the images constructed by native and resident populations, who possess relations of identity with the place. The knowledge of the meanings that others attribute to this city as tourist destination, bring us near to the symbolic bonds established by individuals or social groups on the act of their choices, as well as bring us near to the interaction process city-tourists where the expectations are confirmed or not. The images divulgated by the media also participate of the complex formation of the tourist image that is being constructed and available for the different public, in different social contexts. The tourism constitutes a symbolic asset of the modern society, being considered by the studious, as one of the most expressive phenomena of the modernity, for involving each year displacement and the interaction of thousand of people of different cultures in the entire world. All this people s mobilization points to practical social related to personal motivations, to the entailed desired to the idea to travel and to exceed borders. It is already consensus that tourism is a phenomenon of economic growth, generating jobs, income, professional, qualification, bringing improvements for the host cities. Since 1995, in Brazil, the tourism as a sector of the economy, passed to be considered one of the national priorities, and in this perspective, the national politics of the tourism invested in infrastructure of Brazilian cities with high tourist potential, objecting to increase the flows of Brazilian and foreign tourists. Owing to this fact, the country still invests in programs of tourist marketing, mainly divulging the images of the natural beauties of Brazil abroad. And for Brazilians, the campaigns appeal to rescue the feeling to be Brazilian, associating the idea to travel and know its country. Natal city possesses an excellent positioning in the tourist marketing, being predominantly divulgated in national and international level, for its naturalistic singularity, where the images of its natural enchantments as warm water beaches, white dunes, warm weather, constant breeze and an always blue sky are shown as the favorite scene on this city. From what was viewed above that the choice of a tourist destination articulates from a determined imaginary of a place, already constructed or in process of construction, we consider the knowledge of this imaginary a basic learning for the population of the city and especially, for educators, in the formation of professionals in this area and for tourism managers, elaborators of public politics. Based on this estimative, we developed this research that had as a general objective to identify the images that illustrate Natal city as a tourist destination - our objective of study, particularly the meanings and senses attributed by the tourist marketing (hotel s folders) and by the tourists that visited the city during this study. The discussions and reflections that had guided this research had been given from the theoretical link between imaginary and social representation, also considering some interfaces between the fields of communication and symbol. From the studied authors, Baczko (1985) clarifies that the study of social imaginary is directed for the mechanisms and structures of the social life, especially for the intervention accomplishes and efficient of the representations and symbols in the practical collectives, as well as in its direction and orientation . Following this same thought, Moscovici (1978) says that the social representation are produced in communicational and symbolic contexts, and these representations once that already constituted circulate socially as almost tangible entities. Based on this fundament and on the analyze of Barthes (1990), particularly in the approach given to the reading of photographic image, we could observe on hotel s folders that each page evidences senses and meanings of functionality of internal and external spaces, pointing to the way of leisure offered by the keepers of city which is the hotels. About, the leisure that they offer, it is directed to young public, giving meaning to the young myth of personalized leisure tourism on children, young and adults images. The image about security that hotels offer and the singular image of Natal city as a paradise place, provide an idealization of pleasure through the sun, dunes, and beaches and also due to the hospitability of the natives who are assigned as educated . For the tourist that participated on this research, Natal city is tied only by the imaginary of leisure and nature which constitute the emotional link of the relation media-city-tourist. And with such force and fullness of directions the city discloses without tensions and contradictions as a place protected by a mythical and sacred aura. The study also demonstrates us that the potiguar culture remains (almost) forgotten, due to the silenced in this imaginary. In this perspective, we highlight that this culture silence is very close related to the disvalue of education in its general meaning. We defend that the imaginary apprehended constitutes a new reading and a new looking and understanding the tourist reality that comes historically consolidating in this city. In this direction, we glimpse that this study and its future dismemberments can collaborate with the process of rescue the cultural values of the potiguar people, in the way that the meaning of tourist may be redefined, and the tourist image of the city can be also disclosed for its identities particularities of its culture
metadata.dc.description.resumo: Esta tese é resultado de uma pesquisa sobre Natal-RN como destino turístico. Compreendemos que as cidades são escolhidas como destinos turísticos para além da sua localização cartográfica, a partir de outras dimensões de significados, que, no seu conjunto, constituem imagens. Estas, muito provavelmente bem diferentes das imagens construídas pelas populações nativa e residente, que possuem relações identitárias com esse lugar. O conhecimento das significações que os outros atribuem a esta cidade como destino turístico nos aproxima dos vínculos simbólicos estabelecidos pelos indivíduos ou grupos sociais no ato de suas escolhas, bem como do processo de interação cidade-turistas, onde as expectativas são confirmadas ou não. As imagens viabilizadas pela mídia também participam da complexa formação da imagem turística que está sendo construída e disponibilizada para os vários públicos, em diferentes contextos sociais. O Turismo constitui um bem simbólico da Sociedade Moderna, sendo considerado pelos estudiosos como um dos fenômenos mais expressivos da Contemporaneidade, por envolver a cada ano o deslocamento e a interação de milhares de pessoas de culturas diferentes, em lugares do mundo inteiro. Toda essa mobilização de pessoas aponta para uma prática social relacionada às motivações pessoais e aos desejos vinculados à idéia de viajar e ultrapassar fronteiras. Já é consenso que o Turismo é um fenômeno de crescimento econômico, gerador de empregos, renda, qualificação profissional, trazendo melhorias para as cidades receptoras. No Brasil, desde 1995, o Turismo como setor da economia passou a ser considerado uma das prioridades nacionais, e, nessa perspectiva, a Política Nacional do Turismo investiu na infra-estrutura das cidades brasileiras com elevado potencial turístico, objetivando aumentar os fluxos dos turistas brasileiros e estrangeiros. E para isso continua investindo em programas de marketing turístico, divulgando principalmente as imagens das belezas naturais do Brasil para o exterior. Para os brasileiros, as campanhas apelam para o resgate do sentimento de brasilidade, associado à idéia de viajar e conhecer o seu país. A cidade de Natal-RN possui um excelente posicionamento no marketing turístico, sendo predominantemente divulgada em nível nacional e internacional, pela sua singularidade naturalista, através de imagens reveladoras de seus encantos naturais, como as praias de águas mornas, dunas brancas, sol ardente, brisa constante e um céu sempre azul, constantemente mostrada como o cenário predileto do olhar midiático sobre essa cidade. A partir do pressuposto, acima mencionado, de que a escolha de um destino turístico articula-se a um determinado imaginário do lugar, já construído ou em processo de construção, consideramos o conhecimento desse imaginário um saber fundamental para a população da cidade e, especialmente, para os educadores, na formação dos turismólogos, e para os gestores de turismo, elaboradores das políticas públicas. Com base nesses pressupostos, desenvolvemos esta pesquisa, que teve como objetivo geral identificar as imagens que exibem a cidade de Natal-RN como destino turístico - nosso objeto de estudo, particularmente os significados e os sentidos atribuídos pelo marketing turístico (fôlderes da Rede Hoteleira) e pelos turistas que visitavam a cidade durante o estudo. As discussões e as reflexões que nortearam o trabalho deram-se a partir da articulação teórica entre imaginário e representações sociais, considerando também algumas interfaces entre os campos comunicacional e simbólico. Dos autores estudados, Baczko (1985) nos esclarece que o estudo dos imaginários sociais está muito direcionado para os mecanismos e estruturas da vida social, especialmente pela intervenção efetiva e eficaz das representações e símbolos nas práticas coletivas, bem como na sua direção e orientação . Nessa mesma vertente de pensamento, Moscovici (1978) nos diz que as representações sociais se produzem em contextos comunicacionais e simbólicos, e que essas representações, uma vez constituídas, circulam socialmente como entidades quase tangíveis. Com base nesses fundamentos e na proposta de análise semiológica de Barthes (1990), particularmente no enfoque dado à leitura da imagem fotográfica, pudemos observar nos fôlderes da Rede Hoteleira, que cada página evidencia sentidos e significados de funcionalidade dos espaços internos e externos, apontando para a ritualização do lazer oferecido pelos guardiões da cidade, ou seja, os hotéis. O lazer que estes oferecem está direcionado ao público jovem, conotando o mito do Turismo de Lazer personificado nas imagens de crianças, jovens e adultos jovens. A imagem de segurança que os hotéis oferecem e a imagem singular de Natal como um lugar-paraíso remetem à idealização do lazer-ócio, através dos passeios ao sol, das dunas, praias, e também do acolhimento pelas pessoas do lugar, designadas como educadas . Para os turistas abordados pela pesquisadora, a cidade de Natal está vinculada apenas ao imaginário do lazer e da natureza, que constituem o elo emocional da relação mídia-cidade-turistas. E com tal força e plenitude de sentidos que a cidade se revela e é revelada sem tensões e contradições, como um lugar protegido por uma aura mítica e sagrada. Dialeticamente, o estudo nos mostra que a cultura potiguar permanece (quase) esquecida, pois que silenciada nesse imaginário turístico. Nessa perspectiva, destacamos que o silenciamento da cultura está intimamente relacionado à desvalorização da educação no seu sentido amplo. Defendemos que o imaginário apreendido constitui uma nova leitura e um modo de olhar e compreender a realidade turística que vem se consolidando historicamente em Natal. Nesse sentido, vislumbramos que este estudo e seus futuros desmembramentos possam colaborar no processo de resgate dos valores culturais do povo potiguar, de modo que o sentido turístico instituído possa ser ressignificado, e, numa ampliação inclusiva, a imagem turística da cidade se revele e seja revelada também pelas particularidades identitárias de sua cultura
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14160
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaFACS.pdf3,95 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.