Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14269
Título: Retratos, imagens, letras e numeros colados nas paredes:representaçãoes sociais de escola para ribeirinhos dos rios Môa e Azul - Acre
Autor(es): Lima, Maria Aldecy Rodrigues de
Palavras-chave: Representações sociais;Ribeirinhos;Conhecimento;Social representations;Riversides;Knowledge
Data do documento: 29-Fev-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Maria Aldecy Rodrigues de. Retratos, imagens, letras e numeros colados nas paredes:representaçãoes sociais de escola para ribeirinhos dos rios Môa e Azul - Acre. 2008. 160 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: Remote Communities. Absence of artifacts and minimization of the exacerbated consumption of modernity. The desire which spread beyond what reality can provide. Expressions like this are present in this paper which focus in the social representations of school built by residents who live at the riversides of Môa and Azul Rivers, in Mâncio Lima, Acre State. To do so, we used the methodological contribution of the semi-structured interview, observation of the place while a natural inhabitant of the region, and also photos analyses of local reality. A key feature of the riverside homes is the glued paper on the walls of houses forming a panel set of portraits, pictures, letters and numbers for all appreciated. Regardless of whether or not read, there is admiration for the color of the images, the layout of the letters, and the things of the city awakening the desire to obtain school knowledge. The resident of this Amazon region maintains a close relationship between thinking, acting and feeling living harmonically with nature that connects them to the ideal landscape which is revisited by the graphic material that attracts wondering what exists beyond the shores of the river, beyond the horizon of green forests. It is a life entirely accomplished by the imaginary where exist a framed landscape merged and confused by the real and the supernatural, in which men and gods walk together by the forest, sailing by the rivers and seek a possible aesthetic between the real and ideal. The Theory of Social Representations spread by Serge Moscovici (2005) and Jodelet (2001) guided our gaze on the understanding what the school is and its representation to the riversides, as well to reveal the relation they practice with the knowledge that is spread by the mystification and the knowledge that is practice daily. Based in Bardin s thematic analysis (2004) we tried to raise such contents combining them in five analysis categories
metadata.dc.description.resumo: Comunidades longínquas. Ausência de artefatos e minimização do consumo exacerbado da modernidade. O desejo que se espraia para além do dado da realidade. Expressões desse tipo estão presentes neste trabalho cujo foco são as representações sociais de escola construídas pelos moradores que margeiam as barrancas dos rios Môa e Azul, no município acreano de Mâncio Lima. Para tanto, utilizamo-nos do aporte metodológico de fotografias da realidade local como mote para entrevista semi-estruturada, e da observação do lugar enquanto moradora natural da região. A característica fundamental da moradia às margens desses rios é o fato de colarem papel nas paredes das casas formando um painel constante de retratos, imagens, letras e números por todos apreciados. Independente de saber ler ou não, há admiração pelo colorido das imagens, pelo traçado das letras, pelas coisas da cidade despertando desejo pelo saber escolar. O morador amazônico dessa região mantém uma estreita relação entre o pensar, o agir e o sentir em harmonia com a paisagem ideal revisitada pelo material gráfico que os atrai querendo saber o que existe para além das margens do rio, para além do horizonte das verdes matas. É uma vida permeada pelo imaginário em que se emoldura um quadro fundido e confundido pelo real e pelo sobrenatural, em que homens e deuses caminham juntos pela floresta, navegam pelos rios e buscam uma estética esfumada entre o real e o ideal. A Teoria das Representações Sociais difundida por Serge Moscovici (2005) e Jodelet (2001) guiaram nosso olhar na compreensão do que seja a escola para os moradores ribeirinhos dessa região bem como, para desvelar as relações que fazem entre o conhecimento veiculado por esta mistificação e seus conhecimentos cotidianos. Buscamos através da análise temática de conteúdo Bardin (2004), fazer emergir tais conteúdos agrupando-os em cinco categorias de análise
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14269
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaARL.pdf1,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.