Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14312
Título: Uma conversa na escola: o diálogo e a mídia
Autor(es): Souza, Sandra Mara de Oliveira
Palavras-chave: Mídia e diálogo;Comunicação em Paulo Freire;Educação dialógica;Etnometodologia;Sociedade midiática e sociedade midiatizada;Media and dialogue;Communication in Paulo Freire;Dialogic education;Ethnomethodology;Mediatic society and mediatized society
Data do documento: 14-Dez-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUZA, Sandra Mara de Oliveira. Uma conversa na escola: o diálogo e a mídia. 2010. 181 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The dialogue represents an essential condition for the complete realization of the Communication. In Paulo Freire we find a concept of dialogue which expresses itself, fundamentally, in two dimension: on one hand, in the confluence of subjectivities; on the other, in action. Dialogue would not be, therefore, a thinking for , but a thinking with . On the other hand, the media, here understood as synonym of technical media of information and expression is spread all over society as synonym of communication media. In this direction, this paper intends to check if the media allows the dialogue, in the heart of the Freirean concept of communication. We start from the premise that it is not possible to come to an answer if we continue to accept the theoretical approach which polarizes the process of communication between emitter and receptor. By using elements of the ethnomethodology such as the analysis of the conversation and the reflexivity, we dived in the school everyday life of educators and students of an elementary level public school in the city of Natal, capital of Rio Grande do Norte, in order to, through some experiences with the media, corroborate Paulo Freire's ideas, stating the mediation made by the world and seeking a bias for the use of the media to enable a more dialogic education
metadata.dc.description.resumo: O diálogo figura como condição essencial para a plena efetivação da Comunicação. Em Paulo Freire, encontramos uma concepção de diálogo que se expressa, fundamentalmente, em duas dimensões: por um lado, no encontro de subjetividades; por outro, na ação. O diálogo não seria, portanto, um pensar para , mas, um pensar com . Por outro lado, a mídia, aqui compreendida como sinônimo de meios técnicos de informação e expressão está difundida na sociedade como sinônimo de meios de comunicação. Nessa direção, este trabalho tenciona verificar se a mídia possibilita o diálogo, no seio do conceito de comunicação freirerano. Partimos do pressuposto de que não é possível chegar a uma resposta, se continuamos a aceitar a abordagem teórica que polariza o processo da comunicação entre emissor e receptor. Utilizandonos de elementos da etnometodologia como a análise da conversação e a reflexividade, mergulhamos no cotidiano escolar de educadores e educandos de uma escola pública de Ensino Fundamental na cidade do Natal, capital do Rio Grande do Norte, para, através de algumas experiências com a mídia, corroborar as ideias de Paulo Freire, afirmando a mediação feita pelo mundo e buscando um viés para utilização da mídia no sentido de proporcionar uma educação mais dialógica
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14312
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SandraMOS_TESE.pdf3,82 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.