Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14327
Título: O menino é o pai do homem: raízes crianceiras do conhecimento
Autor(es): Cencig, Paula Vanina
Palavras-chave: Educação;Criança;Brincadeiras;Produção do conhecimento
Data do documento: 15-Set-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CENCIG, Paula Vanina. O menino é o pai do homem: raízes crianceiras do conhecimento. 2009. 129 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: This dissertation is a work on playing and its relation with the knowledge production process. It is the result of a set of personal experiences with the cultural universe of children which have instigated a look into the way they explore the world and questions about the very nature of the games they play. Could we consider those games hide, or rather reveal important strategies used in the knowledge production process and in making science. In light of several studies concerning the complexity of science, this questioning has also led to the development of a toy (a box), which consists of a range of pieces (photos, video, audio, stones, seeds, rags, envelopes, etc.). My intention is to show in a practical manner a strategy of thinking similar to the sensitive logic bricolage present in the playing, in order to instigate the reflection on the possibility of its inclusion in the production of the knowledge and science making processes
metadata.dc.description.resumo: Esta dissertação é um trabalho sobre o brincar e sua relação com a produção de conhecimento. Ela é resultado de um conjunto de experiências pessoais ligadas ao universo da cultura da criança que instigaram um olhar direcionado à forma como elas exploram o mundo e que me fizeram questionar se por trás das brincadeiras não estariam estratégias importantes de produção de conhecimento que poderiam ser incluídas no fazer ciência. Como fruto dessa reflexão e orientado pelos estudos da ciência da complexidade, o trabalho contemplou também a elaboração de um brinquedo. Este foi produzido a partir de diversos materiais (fotos, vídeos, gravações em áudios, pedras, sementes, trapos, envelopes, etc...). Minha intenção é mostrar na prática uma estratégia de pensamento mais próxima da lógica do sensível - a bricolagem - presente no brincar, para instigar a reflexão sobre a possibilidade de sua inclusão na produção do conhecimento e no fazer científico
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14327
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PaulaVC_DISSERT.pdf18,52 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.