Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14336
Título: Escafandristas do tempo: narrativas de vida e regeneração da memória em São Rafael-RN
Autor(es): Souza, Francisco das Chagas Silva
Palavras-chave: Memória;Narrativa;Orkut;Fotografia;Memory;Narrative;Orkut;Photo
Data do documento: 1-Abr-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUZA, Francisco das Chagas Silva. Escafandristas do tempo: narrativas de vida e regeneração da memória em São Rafael-RN. 2011. 237 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: In the late 1970s, the semi-arid region of Rio Grande do Norte was the setting of Projeto Baixo-Açu whose highlight was the building of the dam Eng. Armando Ribeiro Gonçalves, designed to collect 2.4 billion cubic meters of water. Presumably, such an initiative would bring economic and social development for thousands of potiguares who suffered the hardships of drought. However, the dam would reach several cities in the region, reaching to cover one of them: São Rafael. As a result, the early years of the 1980s, nearby, a new town was built by DNOCS. This thesis aims to discuss how the population of São Rafael recalls this fact and reconstructs its history by speaking, writing and computing, after three decades. Based on the prospect moriniana method as a strategy, visits were made to the city of São Rafael and open interviews (individual and collective) with two groups of subjects: one composed of those who lived in their ancient homeland, and another, with young people who were born in the new city. Besides the reports of these subjects, they were observed the visual narratives presented by images, mostly photographic, available on a profile created for the city in the orkut social network. As sources for this study, they were also considered the dialogues between rafaelenses accessing the above profile. Having as a central observation by Edgar Morin about what does not regenerate, degenerates . This study is the central argument that the idea of orkut has performed, today, a dual and interdependent role: being a tool that promotes a collective intelligence through cooperation, exchange of ideas and reconstitution of visual and written narratives. Far from a frozen conception in a historical perspective, it has defended the thesis that orkut has regenerated, repaired, reproduced, restored, reorganized and renewed the memory and history of a city that has succumbed to the immensity of the waters of a dam for almost thirty years
metadata.dc.description.resumo: Em fins da década de 70 do século XX, o semiárido do Rio Grande do Norte foi o cenário do Projeto Baixo-Açu, cujo ponto alto seria a construção da barragem Engº Armando Ribeiro Gonçalves, projetada para acumular 2,4 bilhões de m³ de água. Considerava-se que tal iniciativa traria desenvolvimento econômico e social para milhares de potiguares que sofriam as agruras da seca. Entretanto, a barragem atingiria várias cidades da região, chegando a cobrir totalmente uma delas: São Rafael. Em função disso, nos primeiros anos da década de 1980, próximo dali, uma nova cidade foi edificada pelo DNOCS. A presente tese visa discutir como, após três décadas, a população de São Rafael rememora esse fato e reconstrói a sua história por meio da oralidade, da escrita e da informática. Tendo por base a perspectiva moriniana de método como estratégia, foram realizadas visitas à cidade de São Rafael e entrevistas abertas (individuais e coletivas) com dois grupos de sujeitos: um composto por aqueles que viveram na sua antiga terra natal, e outro, por jovens que já nasceram na nova cidade. Além dos relatos desses sujeitos, foram observadas as narrativas visuais apresentadas pelas imagens, sobretudo fotográficas, disponibilizadas num perfil criado para a cidade na rede social Orkut. Também foram considerados como fontes para esse estudo os diálogos entre os rafaelenses que acessam o referido perfil. Tendo como centralidade a observação de Edgar Morin de que o que não se regenera, degenera , essa tese tem como argumento central a ideia de que o orkut de São Rafael cumpre hoje um duplo e interdependente papel: ser uma ferramenta que potencializa uma inteligência coletiva, por meio da cooperação, da troca de ideias e de reconstituição de narrativas visuais e escritas. Distante de uma concepção congelada do que seja a perspectiva histórica, defendemos a tese de que o orkut regenera, repara, reproduz, restaura, reorganiza e renova a memória e a história de uma cidade que sucumbiu à imensidão das águas de uma barragem há quase trinta anos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14336
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FranciscoCSS_TESE.pdf16,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.