Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14340
Título: As ciências da educação e a prática: sentidos atribuídos por estudantes do curso de Pedagogia
Autor(es): Nunes, Claudio Pinto
Palavras-chave: Sentidos;Prática pedagógica;Ciências da educação;Epistemologia qualitativa;Education science;Senses;Pedagogic practice;Qualitative epistemology
Data do documento: 24-Mai-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: NUNES, Claudio Pinto. As ciências da educação e a prática: sentidos atribuídos por estudantes do curso de Pedagogia. 2010. 192 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: This study focuses on the initial formation of the pedagogue in college, especially the formation that takes place in the Pedagogy Course. It is bound by the following question: what senses are attributed by the Pedagogy Trainees regarding the relation between the Education Science knowledge and the Pedagogic Practice knowledge developed in the Pedagogy Course of UESB, in order to build up teaching knowledge and practice? Therefore it aims to reflect on the relations between the Education Science framework and the Pedagogic Practice under the supervised classes that belong to the Pedagogy Course. It presents the implications and contextualizations concerning the pedagogue formation as a historic and cultural process, emphasizing the current moment of this formation. It is based on the idea that the senses trainees, future pedagogues, attribute to their own formation process reflect on the learning of theorical and practical knowledge that validates the process of teachers formation, especially the pedagogue formation. Accordingly, it believes that the senses attributed by the students of teachers initial formation courses regarding the Education Science knowledge and Pedagogic Practice knowledge are essential as organizers in the construction of teaching knowledge and practice while the supervised classes take place. The theorical and methodological option is based on the studies of Qualitative Epistemology by Gonzalez Rey. Empiric studies took place at the Pedagogy Course of Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), located in the city of Vitória da Conquista/Bahia. The students who took part in this research were six graduating ones, enrolled in the last two semesters of the referred course, stage when the supervised classes happen. The procedures used in the organization of collected information consist of analysis of documents such as the mentioned course curricular project and the students reports, besides interactive and provocative talks to the students. The results show the senses students attribute to Educational Science theorical basis to practice to Pedagogic Practice opportunity of feeling as if they were teachers and to the relation between Education Science and Pedagogic Practice opportunity of experiencing the relation between theory and practice. Besides, the theorizations students have about the relation between theory and practice in teachers formation are also presented. Consequently, it is emphasized that the supervised classes are the moments in which the trainees might understand the relations between thought and pedagogic practice, building the senses attributed to the relation between the Education Science knowledge and the ones of Pedagogic Practice as organizers in the teaching knowledge and practice. In this context, the trainees build some knowledge regarding what it means to be a teacher, which is not written or published, due to its subjective dimension, but circumscribed in their pedagogic practice while the supervised classes take place and when professional teaching practice becomes effective
metadata.dc.description.resumo: Este estudo constitui uma oportunidade para refletir sobre as relações entre o arcabouço teórico próprio das Ciências da Educação e sua relação com a prática pedagógica no âmbito dos estágios curriculares supervisionados do curso de Pedagogia. O foco dessa reflexão é a formação inicial do pedagogo em nível superior, mais especificamente, a formação que ocorre no curso de Pedagogia, norteada pela seguinte questão central: que sentidos os estudantes estagiários atribuem à relação entre os conhecimentos das Ciências da Educação e os conhecimentos da prática pedagógica no curso de Pedagogia da UESB, para construção do saber/fazer docente? Apresenta as implicações e contextualizações na formação do pedagogo como processo histórico e cultural, com ênfase no momento atual dessa formação. Nesse sentido, objetiva investigar os sentidos atribuídos por estudantes estagiários à relação entre as Ciências da Educação e a prática pedagógica. Parte do entendimento de que os sentidos que os estudantes, futuros pedagogos, atribuem a seus processos formativos têm repercussões na aprendizagem dos conhecimentos teórico-práticos do ser professor e, em especial, do ser pedagogo. Assim, defende-se que os sentidos que os estudantes dos cursos de formação inicial de professores atribuem à relação entre os conhecimentos das Ciências da Educação e os conhecimentos da prática pedagógica são fundamentais enquanto organizadores na construção do saber/fazer docente no momento da realização dos estágios curriculares supervisionados. A opção teórico-metodológica realizada está fundada nos estudos da Epistemologia Qualitativa de Gonzalez Rey. A construção da empiria teve como lócus o curso de Pedagogia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), localizada na cidade de Vitória da Conquista/Bahia. Os estudantes participantes da pesquisa são seis graduandas do referido curso, matriculadas nos dois últimos semestres letivos, fase de realização dos estágios curriculares supervisionados. Os procedimentos adotados na construção das informações foram análises de documentos como o projeto curricular do curso e os relatórios de estágio das estudantes e a realização de conversas interativo-provocativas. Os resultados evidenciam os sentidos que os estudantes atribuem às Ciências da Educação fundamentação teórica para a prática , à prática pedagógica oportunidade de sentir-se professor e à relação entre as Ciências da Educação e a prática pedagógica oportunidade de vivenciar a relação entre teoria e prática. Além disso, são apresentadas as teorizações que os estudantes fazem sobre a relação entre teoria e prática na formação de professores. Assim, ressalta-se que os estágios curriculares supervisionados são para o estudante estagiário o campo em que ele pode compreender as relações que se estabelecem entre o pensar e o fazer pedagógico, tecendo e produzindo os sentidos que atribui à relação entre os conhecimentos das Ciências da Educação e da prática pedagógica como elementos organizadores na construção do saber/fazer docente. Nesse contexto, o estudante estagiário produz, portanto, um conhecimento acerca do que é ser professor, o qual não está escrito ou publicado, dada a sua dimensão subjetiva, mas está circunscrito em sua prática pedagógica na situação da realização dos estágios curriculares supervisionados e na situação da prática docente profissional, quando se tornar professor efetivo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14340
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ClaudioPN_TESE.pdf536,76 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.