Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14356
Título: Navegando nas ondas dos saberes do ser: uma conversa com a sexualidade à luz da corporeidade.
Autor(es): Pereira, Katia Maria
Palavras-chave: Corporeidade;Sexualidade;Prática educativa;Autoformação.;orporeity;Sexuality;Educational practice;Self-formation.
Data do documento: 15-Mar-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: PEREIRA, Katia Maria. Navegando nas ondas dos saberes do ser: uma conversa com a sexualidade à luz da corporeidade.. 2010. 199 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: This study aimed to provide a continuing education towards raising teachers for reflection and effective sexual education within the school environment as a possible route of self-education and training of teachers of elementary school. More specifically aim to facilitate through the Continuing Education to discuss the knowledge of the body and knowledge of human sexuality, presenting them as core knowledge in the integral formation of individuals and promote discussion of a Human-centered education Teaching in a vocational training and human .In this sense, we dialogue with the human teaching preconized by Arroyo (2002, 2004) along with the humanization (hominization) of the individuals through education, under Freire´s perspective of the being more (2003) as well as his ideas, Pineau´s (2003) and Josso´s (2004) about the educational practice understanding as a way to build up the autonomy of the individuals who we intend to educate. We defend the inclusion of the body as an essential learning element according to the principles of corporeity presented by Assman (2001), whose comprehension is that every learning experience has a corporal inscription. Furthermore, the knowledge about human sexuality cannot be excluded from this process since the sexuality is inherent of individuals and is constructed and reconstructed during their existence. Our view of the world and of man is supported by the knowledge of the complexity (Morim, 2004) trying to surpass the mechanist view that sees them through the duality view, fragmenting them. For the discussion and construction of knowledge that search for the confluence of these knowledges about the being and the educational practice, aiming at the individual integral formation starting from the process of self-formation/self-knowledge, we´ve directed our research-action-formation having as compass the theoretical-methodological postulate of the research-action (Barbier, 2002; Morin, 2004; Thiollent, 2004) because it makes the participation of all the involved people in the process of resolution or surpassing of problem solving possible. We´ve used the continuing formation as a way of access for data collection, applying a questionnaire with open questions for the ones involved in the research. Based on the findings it´s been possible to infer that for the teaching formation it is necessary the inclusion of the Human sexuality and corporeity theme, so that the teacher can surpass the biological view of sexuality and also the expansion of the mechanist view of the body. To do so, we suggest that the teaching formation happens supported by the teaching capacitation and formation according to Maturana (2004), bringing teaching knowledges (Tardiff, 2002), which contribute effectively for the responsibility to educate people for life.
metadata.dc.description.resumo: PEREIRA, K. M. Navegando nas ondas dos saberes do ser: uma conversa com a sexualidade à luz da corporeidade. Natal, 2007, 198p. Dissertação. Programação de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Este trabalho teve como objetivo propiciar uma formação continuada na direção de sensibilizar os docentes para a reflexão e efetivação da Educação Sexual no âmbito do espaço escolar como via possível de formação e autoformação dos docentes do Ensino Fundamental. Mais especificamente objetivamos viabilizar por meio da Formação Continuada a discussão dos saberes da corporeidade e saberes da Sexualidade humana, apresentando-os como saberes essenciais na formação integral dos sujeitos e promover a discussão de uma educação centrada na Humana Docência na perspectiva da formação e capacitação humana. Traz no cerne de suas discussões a importância dos saberes da corporeidade e da sexualidade humana na formação integral dos sujeitos, destacando-os como saberes docentes necessários e fundamentais para uma prática educativa centrada no humano. Nesta direção dialogamos com a humana docência preconizada por Arroyo (2002, 2004) e com a humanização (hominização) dos sujeitos pela via da educação na perspectiva do ser mais de Freire (2003) bem como nas idéias de Pineau (2003) e de Josso (2004) sobre a compreensão da prática educativa como uma via de construção da autonomia dos sujeitos que propomos educar. Defendemos, à luz dos pressupostos da corporeidade apresentados por Assmann (2001), a inclusão do corpo como fator essencial da aprendizagem, entendendo que toda aprendizagem supõe uma inscrição corporal. Sendo assim, os conhecimentos da sexualidade humana não podem ser excluídos desse processo, visto que é inerente ao sujeito e se constrói e reconstrói no decorrer da existência dos indivíduos. Nossa visão de mundo e de homem se ancora nos saberes da complexidade (Morin, 2004), cuja concepção filosófica propõe a superação da visão mecanicista. Direcionamos nossa pesquisa-ação-formação tendo como bússola os pressupostos teórico-metodológicos da pesquisa-ação (Barbier, 2002; Morin, 2004; Thiollent, 2004), cujos estudos materializam a confluência dos saberes do ser e da prática educativa, com vistas à formação integral dos sujeitos, a partir do processo de autoformação/autoconhecimento, uma vez que possibilita a participação de todos os envolvidos no processo de resolução ou superação de situações-problema. Utilizamos como via de acesso para a coleta de dados a formação continuada, aplicando um questionário de questões abertas com os envolvidos na pesquisa. Com base nos resultados obtidos podemos inferir que se faz necessário que as formações docentes incluam a temática da sexualidade Humana e da corporeidade, para que os docentes superem a visão biologicista da sexualidade, bem como a superação da visão mecanicista do corpo. Para tanto, sinalizamos que a formação dos docentes se efetive na perspectiva da capacitação e da formação conforme defende Maturana (2004), mobilizando, assim, saberes docentes (Tardiff, 2002), que contribuam efetivamente para o ofício de educar para vida.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14356
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
KatiaMP.pdf5,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.