Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14373
Título: Compreendendo a educação para a inclusão digital: uma análise dos sentidos atribuidos pelos monitores das escolas de inclusão digital e cidadania da EMATER-RN
Autor(es): Liberato, Antonio Carlos Teixeira
Palavras-chave: Inclusão digital;formação social;cidadania;monitor;Digital inclusion;social formation;citizenship;monitor
Data do documento: 13-Mai-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIBERATO, Antonio Carlos Teixeira. Compreendendo a educação para a inclusão digital: uma análise dos sentidos atribuidos pelos monitores das escolas de inclusão digital e cidadania da EMATER-RN. 2010. 133 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: According to the methodological presuppositions of the understanding interview (KAUFMAAN, 1996), the present work aims to understand the Digital Inclusion starting from the oral speeches of eight monitors of Digital Inclusion and Citizenship Schools of the Technical Assistance and Rural Extension Company EMATER, located in municipal districts that belong to six regions of the state of Rio Grande do Norte. It also had the intention to analyze it (the Digital Inclusion), while educational process and its relation with the citizenship. In its first part, an analysis of the discussions about digital inclusion was developed, and a reflection about the new technologies in current times, followed by a contextualization of the rural space and the methodological course of the study, when its guiding axis and the travelled roads were presented, where the object of study is built slowly and progressively through a theoretical elaboration that increases day by day, as of the technologies forged in the field of research and formation of the subject. The second part presents the study of the collected information, that is organized in three chapters denominated as follows: Conceptions of the local context; What does digital inclusion mean? and The monitor as an educator. The reports do evidence a peculiar dissatisfaction with the social reality where they are found, that contradicts the positive reflections and perspectives of the studied authors, once that, within the actual conjuncture, the rural space has acquired another meaning, no longer being seen as a far late place. By trying to define the digital inclusion, the monitors make an association with change, the access to knowledge, active participation in society and improvement of the life conditions. Here a mission sense stands out, related to the ideological precept, which has been managing its activities. Towards the monitor‟s relation within the classroom, the senses evidence how they are and how they have been developing their daily activities. Tensions, fears and insecurities are identified, but at the same time, a compromise. The final considerations implicate to the need of reorientations in the formative process of this professionals, detaching the importance of their activities while agents of inclusion and social transformation
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho objetivou, seguindo os pressupostos metodológicos da análise compreensiva do discurso, compreender a inclusão digital a partir dos discursos orais de oito monitores de Escolas de Inclusão Digital e Cidadania da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural EMATER, situadas em municípios pertencentes a seis regiões do estado do Rio Grande do Norte. Também teve a intenção de analisá-la enquanto processo educativo e sua relação com a cidadania. Na primeira parte do trabalho, foi desenvolvida uma breve retrospectiva histórica em que se encontram as discussões sobre a inclusão digital, que caminha para uma reflexão sobre as novas tecnologias na contemporaneidade, seguido de uma contextualização sobre o espaço rural e do percurso metodológico da pesquisa, quando apresentaram-se seus eixos norteadores e os caminhos percorridos, onde objeto de estudo se constrói pouco a pouco por meio de uma elaboração teórica que aumenta dia a dia, a partir das hipóteses forjadas no campo da pesquisa e da palavra dos sujeitos. A segunda parte do trabalho apresenta o estudo dos dados coletados organizados em três capítulos:concepções do contexto local;o que significa inclusão digital? e o monitor como um educador. Os relatos evidenciaram uma peculiar insatisfação com a realidade social onde vivem, que contradiz as reflexões e perspectivas positivas dos autores estudados,uma vez que na atual conjuntura, o espaço rural vem sendo ressignificado, deixando de ser visto como um lugar atrasado. Ao tentarem definir inclusão digital, os monitores fazem uma associação com mudança, o acesso ao conhecimento, participação ativa na sociedade e melhoria das condições de vida. Destaca-se um sentido de missão que tem relação com o preceito ideológico, o qual vem regendo suas atividades. Em relação à atuação do monitor em sala de aula, os sentidos evidenciam como são e como estão desempenhando suas atividades diárias. Identificam-se tensões, medos, inseguranças, mas ao mesmo tempo, um comprometimento. As considerações finais implicam analisar os sentidos que os monitores atribuíram a inclusão digital e assinala para a necessidade de reorientações no processo formativo dos monitores, destacando a importância das suas atividades enquanto agentes de inclusão e transformação social
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14373
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AntonoCTL_DISSERT.pdf2,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.