Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14403
Título: Escola para os filhos dos outros: trajetória histórica da escola industrial de Natal (1942-1968)
Autor(es): Silva, Maria da Guia de Sousa
Palavras-chave: história da educação;ensino profissional;escola industrial;cultura escolar;disciplinamento;history of education;vocational education;industrial school;school culture;disciplining
Data do documento: 26-Mar-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Maria da Guia de Sousa. Escola para os filhos dos outros: trajetória histórica da escola industrial de Natal (1942-1968). 2012. 227 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: This paper presents a reconstruction of the historical trajectory of the Escola Industrial de Natal (Industrial School of Natal), in the period 1942 to 1968, based on the analysis of its cultural, social and pedagogical characteristics in a process in which its educational practices and the individuals who constructed them were getting involved in their actions. In this sense, the concepts of memory and school culture occupied a central place to understand the elements that characterized its administrative and pedagogical organization such as, for example, its curriculum, aims, disciplinary rules, clientele, teachers, leaders and the configuration of the institutional power. Designed to meet the demands of an industrial process that has strengthened in the country, throughout its history, the Escola Industrial de Natal was becoming a space predominantly occupied by individuals, from economically disadvantaged social groups in society, in search of a professional training that would guarantee them the exercise of a profession. The time frame from 1942 to 1968 allowed us to verify the changes caused by the Organic Law of Industrial Education of 1942, and the Law number 3.552, from 1959, in the organizational structure of this school. In this context, a characteristic that was evident was the purpose of making it flow between the students the love for the country, the respect for civic values and the belief that industrial education would be able to boost the country's development, an aspect that reached a bigger dimension from the 1950 s. Marked the disciplinary character of this institution the control over the actions of individuals, developed through its multiple educational practices in specific areas and in the predetermined time, under the constant gaze of those who participated, in some from, in driving this process. On the other hand, the vocational and human training, provided to students, allowed new opportunities for social integration, not only in the state of Rio Grande do Norte, but also in other regions of Brazil. Conversely, during his career, the Escola Industrial de Natal has remained being seen as an organized institution, with good teachers, but intended for the children of others
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho apresenta a reconstituição da trajetória histórica da Escola Industrial de Natal, no período de 1942 a 1968, fundamentada na análise de suas características culturais, sociais e pedagógicas, num processo em que as práticas educativas e os sujeitos que as constituíram foram sendo desvelados em suas ações. Nesse sentido, os conceitos de memória e cultura escolar ocuparam um lugar central para a compreensão dos elementos que caracterizaram a sua organização administrativa e pedagógica como, por exemplo, o currículo, finalidades, normas disciplinares, clientela, professores, dirigentes e a configuração do poder institucional. Criada para atender à demanda de um processo industrial que se fortaleceu no país, a Escola Industrial de Natal foi se constituindo num espaço, majoritariamente, ocupado por sujeitos, oriundos dos grupos sociais economicamente desfavorecidos da sociedade, em busca de uma formação profissional que lhes garantisse o exercício de uma profissão. O recorte temporal de 1942 a 1968 permitiu verificar as mudanças provocadas pela Lei Orgânica do Ensino Industrial, de 1942, e a Lei nº 3.552, de 1959, na estrutura organizativa dessa escola. Nesse contexto, uma característica que se evidenciou foi o propósito de fazer fluir entre os estudantes o amor à pátria, o respeito aos valores cívicos e a crença de que o ensino industrial seria capaz de impulsionar o desenvolvimento do país, aspecto que tomou uma maior dimensão a partir dos anos de 1950. Marcaram o caráter disciplinador dessa instituição o controle sobre as ações dos sujeitos, desenvolvido por meio de múltiplas práticas educativas, nos espaços específicos e no tempo previamente determinado, sob o olhar constante daqueles que participavam de alguma forma da condução desse processo. Por outro lado, a formação profissional e humana, assegurada aos seus alunos, possibilitou novas oportunidades de inserção social não só no Estado do RN, mas também em outras regiões do Brasil. Contraditoriamente, durante a sua trajetória, a Escola Industrial de Natal permaneceu sendo vista como uma instituição organizada, com bons professores, porém destinada aos filhos dos outros
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14403
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaGSS_TESE.pdf4,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.