Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14404
Título: A escrita e a criança com síndrome de Down: uma relação possível na escola regular
Autor(es): Silva, Maria Karolina de Macedo
Palavras-chave: Inclusão escolar;Escrita;Síndrome de Down;School inclusion;Writing;Down syndrome
Data do documento: 12-Ago-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Maria Karolina de Macedo. A escrita e a criança com síndrome de Down: uma relação possível na escola regular. 2010. 131 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The school inclusion is based on respect for diversity and the belief that everyone has the capacity to learn and develop, for this the school needs to prepare itself to meet the differences and provide a meaningful learning for everyone, including those with Down syndrome. It is in the interaction with others that children develop their skills and exchange substantial experiences to learn the school and non school knowledge. Among the knowledge the school must offer students, there is one that is indispensable to the present society; the writing, because writing is a way to Interact, to communicate and to build autonomy to relate in society. Before exposed, the research that started this study aimed to investigate the level of the writing conceptualization of children with Down syndrome during the literacy process in a regular school of the private school network in the city of Natal/RN. For carrying out this study, initially we conducted a qualitative research, using the bibliographical as a methodological recourse, seeking to the deepening of information, based on the literature about the subject, which allowed us to collect data about people with Down syndrome, their education and the process of the writing acquisition. Later, a case study was performed, involving free observation in the room and interviews with teachers and children, trying to verify how this writing acquisition process occurs by children with Down syndrome. The data analyzed and information recorded demonstrated that the school inclusion, when taken seriously, benefits the learning of writing for children who have intellectual deficit, and, mainly, they develop in this environment and are able to learn to write, as long as their own pace are respected
metadata.dc.description.resumo: A inclusão escolar baseia-se no respeito à diversidade e na crença de que todos têm a capacidade de aprender e se desenvolver. Para isso, a escola precisa preparar-se para atender às diferenças e proporcionar uma aprendizagem significativa para todos, inclusive para aqueles com síndrome de Down. É na interação com os outros que as crianças desenvolvem suas capacidades e trocam experiências substanciais para aprender os conhecimentos escolares e não escolares. Dentre os conhecimentos que a escola deve oferecer aos seus alunos, existe um que é imprescindível para a sociedade atual: a escrita, pois escrever é uma forma de interagir, de se comunicar e de construir autonomia para relacionar-se na sociedade. Diante do exposto, a investigação que deu início a este trabalho teve por objetivo investigar o nível de conceptualização de escrita da criança com síndrome de Down durante o processo de alfabetização, numa escola regular da rede particular de ensino da cidade de Natal/RN. Para a realização deste estudo, inicialmente realizamos uma pesquisa qualitativa, utilizando como recurso metodológico o bibliográfico, buscando o aprofundamento das informações, com base na literatura especializada sobre o tema, o que nos permitiu levantar dados sobre as pessoas com síndrome de Down, sua educação e o processo de aquisição da escrita. Posteriormente foi realizado um Estudo de Caso, envolvendo a observação livre na sala e entrevistas com as professoras e as crianças, buscando verificar como ocorre este processo de aquisição da escrita por crianças com síndrome de Down. Os dados analisados e as informações registradas demonstraram que a inclusão escolar, quando levada a sério, beneficia a aprendizagem da escrita pelas crianças que apresentam déficit intelectual, e, principalmente, que elas se desenvolvem nesse ambiente e são capazes de aprender a escrever, desde que respeitado o seu próprio ritmo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14404
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaKMS_DISSERT.pdf2,83 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.