Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14430
Título: Objetos de aprendizagem e alfabetização: a proposição de um encontro
Autor(es): Gallo, Patricia
Palavras-chave: Objeto de aprendizagem;Alfabetização e letramento;Prática pedagógica;Learning objects;Literacy;Pedagogical practice
Data do documento: 1-Fev-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: GALLO, Patricia. Objetos de aprendizagem e alfabetização: a proposição de um encontro. 2011. 182 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: This study investigates the development of Learning Objects for the literacy of children. It aims to know based in the notion of literacy teachers the main factors of academic failure in literacy and researching in Brazil, as well as identify relevant activities in the literacy process of children to support the creation of a set of Learning Objects. Refers to an exploratory research, which is configured as a qualitative nature case study, inspired in part in an action-research described by Thiollent (2003), conducted with ten early grades elementary school teachers of a public municipal school in Parnamirim / RN. As methodological options for data collection uses questionnaires and focuses on the group of teachers, analyzing the data, referring back to the ideas by Szymanski (2001; 2008) and content analysis, guided by Bardin (2002). The development of Learning Objects, follows the steps of development suggested by Garrett (2000). Rules in its multidisciplinary theoretical reference and promotes a conceptual dialogue on: Literacy; Literacy School Failure; Pedagogical Practice in Literacy; Thoughts and Language; Multimedia and Hypermedia; Learning Objects. Perceives that the act of education in literacy as an act of love, courage and social interaction between individuals - educator and pupil, so there is ownership of the object of knowledge in the relations with the world and with the experience, through a pedagogical practice that assumes all different knowledges, the moral political ideal, the mindsets of the students, and can make use of teaching materials that supports the learning process and are consistent with the educational objectives (FREIRE, 1998; FREINET, 1976; VYGOTSKY, 1998; FERREIRO AND TEBEROSKY, 1985; JONASSEN, 2000; WILEY, 2001). Figures out, through the teachers' opinions, five reasons for school failure in literacy, three inside the school environment: teacher; academic assistant and principal; student, and two outside the school environment: parents/family; government and public management. Presents a set of Learning Objects, based on the constructivist thought, developed from the identification of activities considered relevant by teachers in literacy's teaching and learning process. Suggests the use of Learning Objects as pedagogical practice in literacy as a digital resource that supports learning and can trigger important cognitive processes for the acquisition of reading and writing skills in the school environment
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo investiga o desenvolvimento de Objetos de Aprendizagem (OA) para a alfabetização de crianças. Objetiva conhecer na concepção de professores alfabetizadores, quais os fatores determinantes do fracasso escolar na alfabetização no campo de pesquisa e no Brasil, bem como identificar atividades significativas no processo de alfabetização de crianças para servirem de apoio à construção de um conjunto de OA. Refere-se a uma pesquisa exploratória, que se configura como um estudo de caso de cunho qualitativo, inspirada, em parte, na pesquisa-ação descrita por Thiollent (2003), realizada com dez professores das séries iniciais do ensino fundamental, numa escola municipal da rede pública de ensino na cidade de Parnamirim/RN. Emprega como opções metodológicas, na coleta de dados, o questionário e o grupo focal, na análise dos dados, a reflexividade sugerida por Szymanski (2001; 2008) e a análise de conteúdo, orientada por Bardin (2002). Na construção de OA, acompanha a escada de desenvolvimento sugerida por Garrett (2000). Pauta na multidisciplinaridade seu referencial teórico e promove um diálogo conceitual sobre Alfabetização; Letramento; Fracasso escolar em Alfabetização; Prática Pedagógica em Alfabetização; Pensamento e Linguagem; Multimídia e Hipermídia; Objeto de Aprendizagem. Entende o ato educativo em alfabetização como um ato de amor, de coragem e de interação social entre os sujeitos educador e educando, para que haja a apropriação do objeto de conhecimento nas relações com o mundo e com a experiência vivida, por meio de uma prática pedagógica que assuma os diferentes saberes, o ideal político de forma ética, os esquemas de pensamento do educando, e que possa fazer uso de materiais didáticos que apóiem a aprendizagem e estejam coerentes com os objetivos educacionais (FREIRE, 1998; FREINET, 1976; VYGOTSKY, 1998; FERREIRO e TEBEROSKY, 1985; JONASSEN, 2000; WILEY, 2001). Reconhece, através da concepção dos professores, cinco designações de responsabilidade sobre o fracasso escolar em alfabetização, sendo três intraescolares: professor; coordenador e diretor; aluno, e duas extraescolares: pais/família; instância e gestão pública. Apresenta um conjunto de OA, com base na abordagem construtivista, desenvolvido a partir da identificação de atividades consideradas significativas pelos professores no processo de ensino-aprendizagem em alfabetização. Sugere o uso de OA na prática pedagógica em alfabetização como um recurso digital que apoia a aprendizagem e pode desencadear processos cognitivos significativos para a aquisição da leitura e da escrita em ambiente escolar
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14430
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PatriciaG_DISSERT.pdf2,78 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.