Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14476
Título: Em que contextos aprenderam a ensinar os professores que propiciam aprendizagens pertinente à alfabetização?
Autor(es): Ubarana, Adelia Dieb
Palavras-chave: Educação. Formação de professores. Professores alfabetizadores. Alfabetização
Data do documento: 9-Set-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: UBARANA, Adelia Dieb. Em que contextos aprenderam a ensinar os professores que propiciam aprendizagens pertinente à alfabetização?. 2011. 216 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
metadata.dc.description.resumo: Com o presente trabalho, objetivamos investigar, no percurso formativo de professores que conseguem alfabetizar crianças na escola pública, contextos por eles percebidos como originários e propiciadores dos modos de ação didático-pedagógicos definidores de sua prática exitosa. Ancorada em um marco teórico-metodológico multirreferencial que envolveu, de modo especial, a abordagem histórico-cultural, o paradigma indiciário e os aspectos das histórias de vida, nossa investigação tomou como sujeitos três professoras dos primeiros anos do Ensino Fundamental que atuam em três escolas públicas da cidade de Natal-RN. Mediante múltiplas sessões de entrevistas semiestruturadas e entrelaçando o passado com o presente em narrativas, as professoras rememoraram seus percursos formativos e identificaram, no movimento íntimo de sua constituição pessoal e profissional, em que radicam os sentidos que orientam suas práticas e que se aproximam de significações sociais relativas às teorizações que compõem, na atualidade, um novo paradigma em relação à alfabetização. Compreendemos que a apropriação de modos próprios de funcionamento psíquico de pensar, sentir, agir constitui-se como uma conversão de modos sociais em modos individuais, como significação constituição de sentidos em situações de relação social. Nessa perspectiva, encontramos os seguintes contextos de aprendizagem das ações de alfabetizar das professoras: em vivência na infância; vinculados à formação inicial e vinculados à formação continuada. Desvelamos ainda que desses/nesses contextos a constituição dos sentidos se mostra como: relacional; mediacional; dialógica; contraditória, nem sempre harmônica; multidimencional, ao envolver cognição, emoção e volição; singular e plural, por ser única, não repetível, múltipla e semelhante; e, por fim, imprevisível quanto ao momento de sua constituição, mas previsível quanto à sua natureza sígnica e dialógica. Os resultados do processo investigativo apontam que o processo de formação de professor é sempre histórico, social, longo, complexo, não completamente acabado nem precisamente definido; e que compreendendo melhor a constituição das professoras aventamos possibilidades teóricas de renovação das práticas da formação profissional de professores
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14476
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AdeliaDU_TESE.pdf2,28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.