Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14553
Título: Conceitos e práticas educativas nos regimentos escolares no Rio Grande do Norte (1910 1930)
Autor(es): Rodrigues, Marta Bezerra
Palavras-chave: Regimentos escolares. História da educação. Higienismo. Concepção de infância. Prática pedagógica;Regiments school. History of education. Hygienism. Conception of childhood. Pedagogical practice
Data do documento: 10-Ago-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: RODRIGUES, Marta Bezerra. Conceitos e práticas educativas nos regimentos escolares no Rio Grande do Norte (1910 1930). 2012. 108 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: This research aims to analyze the concept of childhood in the dimension of educational practice, which is present in the regimental school and historically constructed power relations during the period 1910 to 1930, in Rio Grande do Norte. To contextualize this study, it is necessary to address the Bylaws of the School Groups (1915), the Internal Isolated Schools (1925) and Education Reform (1916). The expansion of education in the State, aiming at preparing the individual for the new capitalist social order was the concern of all governments of the first republic. During this period, the school is conceived as a privileged scenario of a set of practices aimed at disciplining the children, to explore, in some respects, the concept of childhood. Over time, this cocepção was constructed historically. In addition, the school receives children, which in the late nineteenth and early twentieth century, are inserted into an educational process in line with the state, embodied in laws, regulations and school discursive practices
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa tem como objetivo analisar a concepção de infância na dimensão da prática pedagógica, a qual se encontra presente nos regimentos escolares e historicamente construído nas relações de poder, durante o período de 1910 a 1930, no Rio Grande do Norte. Para contextualizar este estudo, se faz necessário abordar o Regimento Interno dos Grupos Escolares (1925), Regimento Interno das Escolas Isoladas (1925), Regimento Interno das Escolas Rudimentares (1925), Regulamento da Escola Normal (1922) e a Reforma do Ensino (1916). A ampliação da educação no Estado, visando preparar o indivíduo para a nova ordem social capitalista era a preocupação de todos os governos da primeira república. Nesse período, a instituição escolar é concebida como cenário privilegiado de um conjunto de práticas voltadas para disciplinamento da infância, tendo em vista explorar, em alguns aspectos a concepção de Infância. Ao longo dos tempos, essa concepção foi sendo construída historicamente. Paralelamente, a escola recebe as crianças, as quais, no final do século XIX e início do século XX, são inseridas em um processo educacional em consonância com o Estado, materializado por meio de leis, regimentos escolares e práticas discursivas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14553
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MartaBR_DISSERT.pdf2,58 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.