Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14637
Título: Vivência do homem no puerpério
Título(s) alternativo(s): The experience of man during the puerperium
Autor(es): Oliveira, Eteniger Marcela Fernandes de
Palavras-chave: Cônjuges;Período Pós-Parto;Enfermagem Obstétrica;Couples;Post-Partum Period;Obstetric Nursing
Data do documento: 21-Dez-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: OLIVEIRA, Eteniger Marcela Fernandes de. The experience of man during the puerperium. 2007. 97 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: After the birth of a child, during the post-partum period, the exercise of fatherhood, the sexual relationships either marital or sexual as well as the definition of the male role are all aspects that can change. These changes are guarded and can contribute to strengthen the familiar bond or deprive it. Thus, this study aims to understand the male experience during the partner s puerperal period. In this period, the male interacts and participates according to his understanding of the post-partum period. The male experiences different situations with his partner, family and social environment. This research is descriptive-exploratory and has a qualitative approach. It was developed with 15 men that live with their live with their partners during the puerperal period. The data was collected through a semi-structured interview. These data was treated according to content analysis proposed by Bardin. These were analyzed through Symbolic Interacionism according to Blumer. Thus, three themes emergedshares of care in the home environment, meanings attributed to the puerperium, emotions emerged during the post-partum - the seven subcategories-taking care of the wife and child, supporting the family, moment to rest, fulfillment through fatherhood, sense of joy, feeling of concern and sense of exclusion. It was seen that the subjects experience post-partum mainly by taking care of their partner and child and providing support of the family. Besides the mentioned aspects, there was meaning attributed to the puerperal period, considering it a period of rest for the partner and above all, fatherhood. Thus, even understanding that it is excluded, the subjects expressed joy and worriness towards the child s future, related to the insecurity in which the country goes through in current conjuncture
metadata.dc.description.resumo: Após o nascimento de um filho, ou seja, durante o pós-parto da companheira, o exercício da paternidade, a paternagem, o relacionamento conjugal e sexual, assim como, a definição do papel masculino são aspectos passíveis de mudanças, ainda veladas, que podem contribuir tanto para o fortalecimento dos laços familiares como para o empobrecimento conjugal. Assim sendo, o estudo em apreço teve por objetivo compreender a vivência do homem durante o puerpério de sua companheira, partindo do pressuposto que, nesse período, ele interage e participa de acordo com seu entendimento acerca do pós-parto, vivenciando diferentes situações junto à parceira, família e meio social. Trata-se de uma pesquisa do tipo descritiva-exploratória, em uma abordagem qualitativa, desenvolvida junto a 15 homens que coabitam com suas esposas e as mesmas estavam no período puerperal. Os dados foram coletados através de entrevista semi-estruturada, tratados de acordo com a técnica de análise de conteúdo conforme Bardin e analisados a luz dos princípios do Interacionismo Simbólico, segundo Blumer. Desse processo emergiram três temas ações de cuidado em ambiente doméstico, significados atribuídos ao puerpério, emoções emergidas durante o pós-parto e sete categorias cuidando da companheira e da criança, provendo o sustento da família, momento de descanso, realização da paternidade, sentimento de alegria, sentimento de preocupação, sentimento de exclusão. Desse modo, obtivemos que os entrevistados experienciam o pós-parto cuidando de sua companheira e filho, como também, provendo o sustento da família. Além disso, atribuíram significados ao puerpério considerando-o um período de descanso, para a companheira, e de realização da paternidade. Por fim, mesmo sentindo-se excluídos, expressaram alegria e preocupação com o futuro do filho em virtude da insegurança pela qual passa a atual conjuntura social do país
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14637
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EtenigerMFO.pdf1,1 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.