Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14649
Título: O processo de cuidar do enfermeiro em unidade de terapia intensiva: uma análise dos conhecimentos utilizados
Título(s) alternativo(s): The nursing care process in the Intensive Care Unit: an analysis of the knowledge utilized
Autor(es): Ferreira, Priscila Bricolini Porfírio
Palavras-chave: Enfermagem;Cuidado;UTI;Reflexão;Conhecimento;Nursing;Care;ICU;Reflection;Knowledge
Data do documento: 14-Dez-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FERREIRA, Priscila Bricolini Porfírio. The nursing care process in the Intensive Care Unit: an analysis of the knowledge utilized. 2007. 131 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: Care has always been present in the history of humanity and in contemporary nursing it is considered to be a fundamental characteristic. In the Intensive Care Unit (ICU), care occurs within an environment that is known for its stressful factors, technological equipment, social isolation and discomfort. Whilst the reality of nursing practice in ICU demonstrates the lack of planned and systematized care, there is an indication that the professionals working in this setting utilize some type of knowledge. Based on that premise, in this study we aim to identify the knowledge that the nurses use in providing care in the ICU. We believe that the identification and characterization of this knowledge, and how it presents itself in practice, requires a reflective analysis process. Therefore, we utilized a qualitative perspective and Kim´s (1999) investigative methodology of reflective inquiry that is based on the precepts of Action Science proposed by Argyris et al. (1985). The study was conducted with 8 intensive care nurses of a public hospital. Data were collected by means of non-participative observation of the nursing care actions and a semi-structured interview conducted within the reflective mode that focused on the nurses practice in the ICU. The results enabled us no only to detect that the nurses utilized knowledge and patterns of knowledge acquired or constructed, but to identify them as: scientific, philosophic, religious, empirical, personal, ethical, and esthetic knowledge. The predominance of the scientific knowledge in the care process suggests that these nurses hold an acquired scientific substance that they utilize to provide specialized care directed toward critical treatment. The conception of this reality surpasses the theoretical limits, the techniques, and the known facts, and denotes the need for a reflective process in action to aide in the comprehension of the knowledge involved in the construction of excellent care
metadata.dc.description.resumo: O cuidado sempre esteve presente na história humana e é considerado uma característica fundamental na área da enfermagem. No contexto da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), ele se concretiza em meio a um ambiente repleto de fatores estressantes, aparelhagens múltiplas, distanciamento social e desconforto. A vivência da prática em UTI expõe uma realidade em que, geralmente, há falta de uma assistência planejada e sistematizada, todavia, nota-se a existência de algum saber utilizado pelos profissionais. Apoiados nessa premissa, alvitramos identificar que conhecimentos os enfermeiros utilizam para efetuar sua assistência em UTI. Acreditamos que para essa identificação, e determinação, de como esses saberes se caracterizam e se apresentam na prática é essencial uma análise reflexiva e, portanto, utilizamos como metodologia o processo investigatório de Kim (1999), com base nos preceitos da Ciência da Ação de Argyris et al. (1985) sob uma abordagem qualitativa. O levantamento dos dados transcorreu mediante observação não-participativa e entrevista semi-estruturada, numa perspectiva de reflexão com oito enfermeiros intensivistas de um hospital público. O estudo nos possibilitou detectar, como resultados, não somente que os enfermeiros utilizam conhecimentos e padrões de saber adquiridos ou construídos, mas também identificá-los como: científico, filosófico, tácito, popular, religioso, empírico, pessoal, ético e estético. O conhecimento científico destaca-se entre os outros no processo de cuidar, sugerindo, assim, o aporte científico adquirido por esses profissionais para possibilitar uma assistência especializada e direcionada ao tratamento intensivo. A presente análise contribui para a Ciência de Enfermagem no sentido de proporcionar a elaboração de idéias e construtos derivados da própria prática. A concepção da realidade da prática extrapola os limites de teorias, técnicas e fatos conhecidos, o que exalta a necessidade de um processo de reflexão na ação para a compreensão dos conhecimentos envolvidos na elaboração de um cuidado de excelência
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14649
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PriscilaBPF.pdf450,07 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.