Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14729
Título: O processo de cuidar em Unidade de Terapia Intensiva
Autor(es): Costa, Theo Duarte da
Palavras-chave: Cuidar, Unidades de terapia intensiva, Enfermagem;Care, Intensive care units, Nursing
Data do documento: 10-Out-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: COSTA, Theo Duarte da. O processo de cuidar em Unidade de Terapia Intensiva. 2011. 85 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: The environment of Intensive Care Unit (ICU) is commonly referred to as a place where caring is inextricably linked to high technology. The care in ICU often changes the patient into a taxpayer being left apart from its complexity and sometimes seen through a reductionist perspective. Thus, studies circa the care process are needed oriented from a historical ransom, raising the prospect of a more centralized human care. Hence, this study aimed to analyze the care process in a nursing intensive care unit from the perspective of the professional, family and patients. The study is characterized from a qualitative, descriptive and exploratory methodological approach. The actors were participating nursing professionals, patients and family members of an intensive care unit of Mossoró / RN. Data were collected in the period of May-June 2011, through interviews and observation of activities performed by nursing professionals, and their records in the chart. Data analysis was divided into topics and subtopics representing the phases and shapes that formed the collection. The analysis and discussion of the interviews were based on Bardin's proposal, when we created categories from a process of sorting and grouping criteria adequately defined. The observation of nursing records intended to observe the emphasis which is described in those notes as well as their consistency with practice of FCN and resolution 358/2009. The analysis showed that the nursing staff also performs work focused on mechanized activities and technical-bureaucratic institution that seem to override the needs of patients. In an overview, the care provided by professionals occurs either fragmented or insipient, however there is a service that involves other aspects beyond technical-curative practice, considering that major attention is given to the family and patient, focused on the concern of Nursing guiding their actions in not only the performance of procedures. However, the process of humanizing not always ends with an engagement between professional and patient, which mischaracterizes the true meaning of human care. The records also showed a tendency to focus on caring in a positivist line, where, in most cases, the factors of the disease and the obligation to meet the productivity have overshadowed other relevant aspects to a holistic understanding of caring. Regarding FCN Resolution No. 358/2009, which guides a systematization of nursing care, it is confirmed a technical view, a fragmented and superficial view of the patient, as well as a weakness of care, caused by ignorance and unpreparedness of the entire team. The perspective of caring demonstrates a reality with dialectic between what is proposed in a humane nursing and what happens in this performance space. Besides, it was shown a daily full of important considerations that arise in professional practice, in their views and also those people who were participants in the process
metadata.dc.description.resumo: O ambiente da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) é referido comumente como um local onde o cuidar está intrinsecamente ligado à alta tecnologia. O cuidar na UTI transforma, muitas vezes, o paciente em um sujeito passivo, sendo sua complexidade deixada à parte e, por vezes, compreendida em uma perspectiva reducionista. Com isso, fazem-se necessários estudos voltados para o processo cuidar a partir de um resgate histórico, trazendo a perspectiva de uma assistência mais centralizada no ser humano. Desta forma, este estudo teve como objetivo analisar o processo de cuidar em Enfermagem de uma unidade de terapia intensiva a partir da ótica do profissional, do familiar e dos pacientes. O estudo caracteriza-se a partir de uma abordagem metodológica qualitativa do tipo descritivoexploratória. Os atores participantes foram os profissionais de Enfermagem, os pacientes e os familiares de uma unidade de terapia intensiva de Mossoró/RN. Os dados foram obtidos, no período de maio a junho de 2011,através de entrevistas e observação das atividades realizadas pelos profissionais da Enfermagem, bem como seus registros no prontuário. A análise dos dados foi dividida em tópicos e subtópicos representativos das fases e formas que delinearam a coleta. A análise e a discussão das entrevistas basearam-se na proposta de Bardin, em que criamos categorias a partir de um processo de classificação e agrupamento segundo critérios devidamente definidos. A observação dos registros de Enfermagem teve como ênfase observar o que é descrito nessas anotações, bem como sua coerência com sua prática e a resolução 358/2009 do COFEN. A análise demonstrou que a equipe de Enfermagem ainda realiza um trabalho centrado em atividades mecanizadas e técnico-burocráticas da instituição que parecem se sobrepor às necessidades dos pacientes. Em uma visão geral, o cuidado realizado pelos profissionais ocorre de forma fragmentada ou insipiente, porém existe uma assistência que envolve outros aspectos além do fazer técnico-curativo, considerando importante a atenção que é fornecida à família e ao paciente, focalizada na preocupação da Enfermagem em não direcionar suas ações somente à realização de procedimentos. Contudo, o processo de humanizar nem sempre se finaliza com um envolvimento entre profissional e paciente, o que descaracteriza o verdadeiro sentido do cuidar humano. Os registros também evidenciaram uma tendência em focar o cuidar em uma linha positivista, em que, na maioria das vezes, os fatores da doença e a obrigação de atender à produtividade se sobrepuseram aos demais aspectos relevantes para uma compreensão holística de cuidar. Em relação à resolução COFEN nº 358/2009, que norteia uma sistematização da assistência de Enfermagem, confirma-se uma visão tecnicista, fragmentada e superficial do paciente, bem como uma fragilidade da assistência, causada pelo desconhecimento e despreparo de toda a equipe. A visão do cuidar que acontece nesse espaço demonstra uma realidade com uma dialética entre o que se propõe em uma Enfermagem humanizada e o que acontece nesse espaço de atuação. Além disso, mostrou-se um cotidiano repleto de considerações importantes, que se apresentam na prática do profissional, em suas concepções e também naquelas pessoas que foram partícipes do processo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14729
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TheoDC_DISSERT.pdf1,08 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.