Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14756
Título: A pessoa idosa com doença crônica não transmissível atendida em serviços de média complexidade na cidade de Natal/RN
Autor(es): Medeiros, Silvana Helena Neves de
Palavras-chave: Idoso;Doença crônica;Enfermagem;Serviços de saúde;Elderly;Chronic disease;Nursing;Health services
Data do documento: 15-Dez-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MEDEIROS, Silvana Helena Neves de. A pessoa idosa com doença crônica não transmissível atendida em serviços de média complexidade na cidade de Natal/RN. 2011. 119 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: The demographic and epidemiological transition process caused by a declining in birth rates and in mortality, also changes occurred in morbidity and mortality is represented by the increasing of the aging population and the raising of chronic diseases. These diseases are characterized by multiple etiologies, risk factors, long latency period, a prolonged evolution, non-infectious origin and it has association with functional impairment and disability. Thus, elderly with chronic non-communicable disease has priority because they belong to a vulnerable group to get affection of comorbidities in aging, with increased demand and spending on health services. This study is aimed to analyse the understanding of elderly people with chronic non comunicable disease in the medium complexity service as a contribution to the improvement of health care in the city of Natal / RN. This is a descriptive and exploratory study with a quantitative approach, carried out at the Specialized Center for Elderly Health Care and at the Pescadores Hospital. The population was composed of 4,180 persons with a sample of 124 elderly aged above 60 years, attended in these medium complexity services. The instrument, a structured form, adapted from a questionnaire for monitoring risk and protective factors for chronic disease of the Ministry of Health. To collect data was was used the interview form containing demographic data, habits, health status and health care services. The results were processed using the Statistical Package for Social Science, version 18.0, analyzed by simple statistics. It was found that most seniors were female, predominantly between 70 and 74 years old, married, with a brown skin tone and Catholic religion, more than half had incomplete basic education, family income between one to two minimum wages and living with their families. Regarding the interviewers lifestyle, 94.4%, of them ate chicken and 97.6%, fruits, it was observed a reduction in smoking, alcoholism habits and physical activity according to the increasing age, 58.1 and 18.5% had insomnia18,5 % used sleeping pills. The elderly (51.6%) reported using services in times of sickness, seeking primary care at first (30.6%), 52% did not receive referral and was looking for free demand (38.7%). The most reported morbidity was hypertension, followed by musculoskeletal disorders. Regarding the difficulties in seeking health services, the delay in treatment and the waiting line were the most cited by the elderly. Almost all of them reported no activities to promote health in these services and those who received individual counseling on chronic diseases. Almost always, the health professionals who care of them, were mostly doctors followed by nurses. Based on the results presented, it is considered that the health services of medium complexity must undergone a more continuous dialogue with other attention level and focus on actions of health promotion and prevention. It is also recommended the necessity for qualified professionals to delivery health care to elderly and the implementation of protocols by a multidisciplinary health team, intending to provide better and continous care for the elderly with chronic diseases. The healthcare professionals who served them, were mostly physicians, followed by nurses. Through the results presented, it is considered that the medium complexity healthcare services need to perform a more continuous dialogue with the other levels of attention focusing attention to the health promotion and prevention actions. It is also recommended the necessity for qualified professionals to delivery healthcare for the elderly, in addition, a protocol implementation for the multidisciplinary health care team, to provide better care, and also the care continuity to elderly with chronic diseases
metadata.dc.description.resumo: O processo de transição demográfica e epidemiológica causado pela diminuição dos índices de natalidade e mortalidade e modificação do perfil de morbimortalidade é representado pelo aumento da população idosa e das doenças crônicas não transmissíveis. Estas doenças caracterizam-se por etiologia múltipla, fatores de risco, período longo de latência, curso prolongado, origem não infecciosa e associação com deficiências e incapacidades funcionais. Desse modo, a pessoa idosa com doença crônica não transmissível encontra-se em prioridade por tratar-se de um grupo vulnerável para essas comorbidades no envelhecimento, com aumento da procura e gastos nos serviços de saúde. O objetivo deste estudo é analisar o perfil da pessoa idosa com Doença Crônica Não Transmissível atendida em serviços de média complexidade. Trata-se de um estudo descritivo e exploratório, com abordagem quantitativa, realizado no Centro Especializado de Atenção à Saúde do Idoso e no Hospital dos Pescadores. A população foi de 4180 pessoas e com uma amostra aleatória simples de 124 idosos com idade igual ou acima de 60 anos, atendidos nesses serviços de média complexidade. O instrumento, um formulário estruturado, adaptado do questionário de monitoramento para fatores de risco e proteção para doença crônica do Ministério da Saúde. Na coleta de dados usou-se a entrevista acompanhada de formulário contendo dados sociodemográficos, hábitos e condição de saúde e o atendimento nos serviços de saúde. Os resultados foram processados no programa Statistical Package for the Social Science, versão 18.0, analisados através da estatística simples. Identificou-se que a maioria dos idosos era do sexo feminino, com predomínio entre 70 e 74 anos, casados, de cor parda e católicos; mais da metade tinha ensino fundamental incompleto; renda familiar entre 1 a 2 salário mínimo e residia com a família. Quanto aos hábitos de vida, 94,4% consumiam frango e, 97,6% frutas; observou-se haver redução do tabagismo, do alcoolismo e da atividade física; 58,1% possuíam insônia e 18,5% utilizavam remédios para dormir. A procura pelo serviço de saúde deu-se devido adoecimento (51,6%), buscando a atenção primária no primeiro momento (30,6%); 52% não receberam encaminhamento e a procura era por livre demanda (38.7%). A morbidade mais referida foi a hipertensão, seguida das doenças musculoesqueléticas. Sobre as dificuldades na procura pelos serviços de saúde, a demora no atendimento e as filas foram citadas pelos idosos. Quase todos relataram não haver atividades de promoção à saúde nesses serviços e que recebiam orientação individual sobre as doenças crônicas. Os profissionais de saúde que os atendiam, em sua maioria eram médicos, seguidos dos enfermeiros. Mediante os resultados apresentados, considera-se que os serviços de saúde de média complexidade precisam exercer de forma mais contínua a interlocução com os demais níveis de atenção e enfocar no atendimento as ações de promoção e prevenção à saúde. Recomenda-se também a necessidade de qualificação dos profissionais para o atendimento à pessoa idosa e a implantação de protocolos pela equipe multiprofissional de saúde, de modo a proporcionar melhor atendimento e continuidade do tratamento à pessoa idosa com doenças crônicas não transmissíveis
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14756
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SilvanaHNM_DISSERT.pdf780,14 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.