Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14776
Título: Atuação do enfermeiro na estratégia de atenção integrada às doenças prevalentes na infância
Título(s) alternativo(s): Role of the Nurse in The strategy of Integrated Management of Childhood Illness
Autor(es): Brandão, Isabel Cristina Araújo
Palavras-chave: Enfermagem. Saúde da Criança. AIDPI;Nursing. Child Health. IMC
Data do documento: 29-Nov-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: BRANDÃO, Isabel Cristina Araújo. Role of the Nurse in The strategy of Integrated Management of Childhood Illness. 2012. 96 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: This study aimed to describe nurses' actions in the strategy of Integrated Management of Childhood Illness in the city of Natal, Rio Grande do Norte. This is a qualitative study with descriptive approach. The universe consisted of nurses from the Family Health Strategy, totaling 16 participants. For the research project was submitted for approval by the Ethics Committee of the Universidade Federal do Rio Grande do Norte, obtaining Opinion No. 187/2012. Data were obtained in two ways: a questionnaire survey to profile the training of nurses and an interview guided by a structured interview. Interviews were treated in the light of analysis of thematic category Bardin. The results showed the central thematic study "Integrated Management of Childhood Illness in the context of nursing activities" category and three analyzes: "Understanding the Integrated Management of Childhood Illness", "Difficulties invibializam use IMCI "and" Working conditions for nurses in the Integrated Management of Childhood Illness. " It is observed that nurses consider the Integrated Management of Childhood Illness useful, effective and important to keep sick children within the logic curative. However disregard the character of health promotion and disease prevention thereof. It was found that the participants still hold the attendance of crinaças within the biomedical model and that these same professionals are subjected to increasingly precarious working conditions and unhealthy due to lack of human and material resources. It was found that the interviewees do not follow the protocols of strategy because of barriers related to prescription medications by nurses, the medical, the lack of incentives, training and supervision by the municipal health and the Regional Nursing Council
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa teve como objetivo descrever a atuação do enfermeiro na estratégia de Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância no município de Natal, Rio Grande do Norte. Trata-se de um estudo qualitativo com abordagem descritiva. O universo foi constituído por enfermeiros da Estratégia Saúde da Família, totalizando 16 participantes. Para a realização da pesquisa o projeto foi submetido à aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, obtendo Parecer nº 187/2012. Os dados foram obtidos de duas formas: um questionário, para levantamento do perfil de formação das enfermeiras e uma entrevista guiada por um roteiro estruturado. As entrevistas foram tratadas à luz da análise categorial temática de Bardin. Os resultados permitiram identificar a temática central estudo ―A Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância no contexto da atuação da enfermagem‖ e três categoria de análises: ―Entendimento sobre a estratégia Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância‖, ―Dificuldades que invibializam a utilização da AIDPI‖ e ―Condições de trabalho dos enfermeiros na Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância‖. Observa-se que as enfermeiras consideram a Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância util, eficaz e importante para acompanhar crianças doentes dentro da lógica curativista. Entretanto desconsideram o carater de promoção da saúde e prevenção de doenças da mesma. Constatou-se que as participantes ainda realizam o atendimento das crinaças dentro do modelo biomédico e que essas mesmas profissionais são submetidas a condições de trabalho precarizadas e insalubres em virtude da falta de recursos humanos e materiais. Verificou-se que as entrevistadas não seguem os protocolos da estratégia em virtude de entraves relacionados a prescrição de medicamentos pelo enfermeiro, o ato médico, a falta de incentivo, capacitação e fiscalização por parte da gestão municipal de saúde e do Conselho Regional de Enfermagem
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14776
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IsabelCAB_DISSERT.pdf1,56 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.