Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14988
Título: A pegada de carbono como um dos indicadores de sustentabilidade para medição da responsabilidade socioambiental empresarial: um estudo de caso na unidade sede da Petrobras em Natal-RN
Título(s) alternativo(s): Carbon footprint as a sustainability indicator of corporative social-environmental responsibility measurement: a study case in seat unity of Petrobras at Natal-Brazil
Autor(es): Andrade, Ricardo Teixeira Gregório de
Palavras-chave: Pegada de carbono;Indicadores de sustentabilidade;Alterações climáticas;Emissões de gases efeito estufa (GEE);Carbon footprint;Sustainability indicators;Environmental changes;Greenhouse gases (GHG)
Data do documento: 19-Nov-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ANDRADE, Ricardo Teixeira Gregório de. Carbon footprint as a sustainability indicator of corporative social-environmental responsibility measurement: a study case in seat unity of Petrobras at Natal-Brazil. 2010. 214 f. Dissertação (Mestrado em Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: As a contemporary tendency, it is been evidenced that the environmental changes theme, already admitted as a concernment to international economical and political reality, is also gaining repercussion on industrial and business sector. Firms are implementing actions on trial to minimize their own greenhouse gases (GHG) emissions impacts. However, the great majority of those actions of Corporative Social-Environmental Responsibility (CSR) are referred only to direct emissions of the main production systems. Direct emissions are those derived of an isolate process, without considering the upstream and downstream processes emissions, which respond for the majority of emissions originated because of respective firm‟s production system existence. Because the greenhouse effect occurs globally and the GHG emissions contribute to the environmental changes independently of their origin, it must be taken into account the whole productive life cycle of products and systems, since the energy invested on resources extraction and necessary materials to the final disposal. To do so, it must be investigated all relevant steps of a product/production system life cycle, tracking all activities which emit greenhouse gases, directly or indirectly. This amount of emissions consists in the firm‟s Carbon Footprint. This research purpose is to defend the Carbon Footprint relevance and its adoption viability to be used as an Environmental Indicator on measurement/assessment of CSR. It has been realized a study case on Petrobras‟s seat unity at Natal-Brazil, assessing part of its Carbon Footprint. It has been used the software GEMIS 4.6 to do the emissions quantifying. The items measured were the direct emissions of the own unity vehicles and indirect emissions of offset paper (A4), energy and disposable plastic cups consumed. To 2009, these emissions were 3.811,94 tCO2eq. We may conclude that Carbon Footprint quantification is indispensable to the knowledge of real emissions caused by a productive process existence, must serving as basis to CSR decisions about the environmental changes reversion challenge
metadata.dc.description.resumo: Contemporaneamente, se está constatando que o tema das alterações climáticas, já integralizado como preocupação da realidade política e econômica internacional, vem também adquirindo abrangência e repercussão nos setores industriais e empresariais. As empresas, em seu enquadramento no novo conceito de combate à mudança do clima, têm adotado algumas medidas na tentativa de minimizar os impactos das suas próprias emissões de Gases Efeito Estufa (GEE). Contudo, a grande maioria das ações de Responsabilidade Socioambiental Empresarial (RSE) quanto a essa temática referem-se apenas às emissões diretas dos principais processos produtivos empresariais. As emissões diretas são aquelas derivadas de um processo isolado, sem considerar os processos upstream e downstream, os quais respondem pela a maior parte das emissões derivadas da existência de uma determinada empresa. Haja vista que o efeito estufa sobrevém de forma global, e que as emissões de GEE contribuem para as mudanças climáticas independentemente de sua origem, deve-se levar em consideração todo o ciclo de vida produtivo de produtos e processos, desde a energia investida na extração da matéria-prima e insumos necessários até o descarte final. Para se fazer isso, deve-se esquadrinhar todos os passos relevantes ao longo do ciclo de vida de um produto/processo produtivo, rastreando todas as atividades que emitam direta ou indiretamente GEE. O somatório dessas consiste justamente na Pegada de Carbono da empresa. A finalidade desse estudo é defender a relevância da Pegada de Carbono e viabilidade de adoção desta para ser usada como Indicador de Sustentabilidade na avaliação/mensuração da RSE. Para isso, foi realizado um estudo de caso na unidade sede da Petrobras em Natal-RN, avaliando-se parte de sua Pegada de Carbono. Para a quantificação das emissões, foi utilizado o software GEMIS 4.6. Os itens medidos foram as emissões diretas dos veículos próprios da unidade e emissões indiretas do papel offset A4, energia elétrica e copos plásticos descartáveis consumidos. Para o exercício de 2009, mensuramos a emissão de 3.811,94 tCO2eq. Concluímos que a aferição da Pegada de Carbono é imprescindível para conhecimento das emissões reais causadas pela existência de um processo produtivo, devendo servir de base para a tomada de decisões de RSE quanto ao desafio da reversão das mudanças climáticas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14988
Aparece nas coleções:PPGEP - Mestrado em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RicardoTGA.pdf3,26 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.