Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15357
Título: Estimação da demanda de instalações elétricas de edificações com múltiplas unidades de consumo
Autor(es): Ramos, Thales Augusto de Oliveira
Palavras-chave: Múltiplas Unidades de Consumo;Redes Neurais;Multiple Units of Consumption;Neural Networks
Data do documento: 18-Out-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: RAMOS, Thales Augusto de Oliveira. Estimação da demanda de instalações elétricas de edificações com múltiplas unidades de consumo. 2010. 64 f. Dissertação (Mestrado em Automação e Sistemas; Engenharia de Computação; Telecomunicações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: This work aims to predict the total maximum demand of a transformer that will be used in power systems to attend a Multiple Unit Consumption (MUC) in design. In 1987, COSERN noted that calculation of maximum total demand for a building should be different from that which defines the scaling of the input protection extension in order to not overestimate the power of the transformer. Since then there have been many changes, both in consumption habits of the population, as in electrical appliances, so that this work will endeavor to improve the estimation of peak demand. For the survey, data were collected for identification and electrical projects in different MUCs located in Natal. In some of them, measurements were made of demand for 7 consecutive days and adjusted for an integration interval of 30 minutes. The estimation of the maximum demand was made through mathematical models that calculate the desired response from a set of information previously known of MUCs. The models tested were simple linear regressions, multiple linear regressions and artificial neural networks. The various calculated results over the study were compared, and ultimately, the best answer found was put into comparison with the previously proposed model
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo estimar a demanda máxima de um transformador a ser usado na rede elétrica para atendimento de uma Múltipla Unidade de Consumo (MUC) ainda em projeto. Em 1987, observou-se que o cálculo de demanda total máxima esperada para uma edificação deveria ser diferente daquele que define o dimensionamento da proteção do ramal de entrada, a fim de não sobredimensionar o transformador, e um primeiro modelo matemático foi proposto. Desde então, ocorreram inúmeras mudanças, tanto nos hábitos de consumo da população, como nos aparelhos elétricos, de forma que o presente trabalho propõe uma fundamentação matemática para melhorar a estimativa da demanda máxima. Para embasar a pesquisa, foram levantados dados sobre identificação e projetos elétricos de diversas MUCs situadas na Grande Natal. Em algumas delas, foram realizadas medições de demanda durante 7 dias consecutivos e ajustadas para um intervalo de integração de 30 minutos. A estimação da demanda máxima foi feita através de modelos matemáticos que, a partir de um conjunto de informações previamente conhecidas das MUCs, calculam a resposta desejada. Os modelos testados foram regressões lineares simples e múltiplas e redes neurais artificiais. Os diversos resultados obtidos ao longo do trabalho foram comparados entre si e, ao final, a melhor resposta encontrada foi posta em comparação com o modelo de estimação proposto em 1987.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15357
Aparece nas coleções:PPGEE - Mestrado em Engenharia Elétrica e de Computação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ThalesAOR_DISSERT.pdf764,29 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.