Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15583
Título: Modificação superficial do tecido 100% algodão tratado com plasma
Autor(es): Freitas, Duciane Oliveira de
Palavras-chave: Tensão superficial;Tecido de algodão;Plasma;Repelência a água *CO sigla derivada da palavra inglesa cotton que significa algodão;Superficial tension;Cotton fabric;Plasma;Water repellent *CO abbreviature originates of english work cotton.
Data do documento: 24-Ago-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FREITAS, Duciane Oliveira de. Modificação superficial do tecido 100% algodão tratado com plasma. 2009. 100 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: The 100% cotton fabric (CO)* treated with plasma of methane CH4 has direct application in all areas that needs of aqueous solutions repellent material like coatings and uniforms applied biomedical, aeronautics, and automobile between others. 100% cotton fabric (CO) samples were treated by plasma with two differents atmosphere: Methane gas (CH4), treatment time was varied in 10 in 10 min. until 60 min., and mixture methane/argon (CH4/Ar), it was varied the proportion 1:9, 2:8, 3:7, 4:6, 5:5, 6:4, 7:3, 8:2 e 9:1, with treatment time of 30 minutes. In both, the fluxe was 5 sccm (second cubic centimeter), pressure 6 mbar, voltage 490 V and current 0,15A. The objective of work was measure the superficial tension of 100% CO then it treated with plasma, using contact angle measures of water and glycerol with the surface. The samples were tested after treatment, with 8 and 12 months to verify the superficial modification effects. It was verified an increase of hydrophobility with the Sessile drop values varied between 116,69º to 137,85º and it carried on after 12 months. The no treated samples shows contact angle equal 0º. OES analysis and Raman spectroscopy were accomplished. In the SEM analysis was verified oligomers. The plasma treatment is correct environmental, It turning greater than conventional treatments
metadata.dc.description.resumo: O tecido 100% Algodão (CO)* tratado com plasma de metano (CH4) tem aplicação direta em todas as áreas que necessitam de um material com maior repelência a soluções aquosas, como revestimentos e uniformes aplicados a área biomédica, aeronáutica, automobilística, entre outras. Amostras de tecido 100% CO foram tratadas com plasma utilizando duas atmosferas diferentes: gás CH4, com tempos que variaram de 10 em 10 min. até 60 min., e uma mistura de metano/argônio (CH4/Ar), em proporções 1:9, 2:8, 3:7, 4:6, 5:5, 6:4, 7:3, 8:2 e 9:1, durante 30 min. O fluxo utilizado nos dois processos foi de 5 cm3/s (centímetro cúbicos por segundo), a uma pressão de 6 mbar , voltagem de 490 V e corrente de 0,15 A. O objetivo do trabalho foi medir a variação da tensão superficial do tecido 100% CO após tratado com plasma; Utilizando medidas de ângulo de contato da água e do glicerol com a superfície. As amostras foram testadas imediatamente após o tratamento, com 8 e 12 meses, a fim de verificar a duração do efeito desta modificação superficial. Verificou-se um aumento da hidrofobicidade através dos valores do teste da gota séssil que variaram entre 116,69º a 137,85º e se mantiveram após 12 meses; As amostras não tratadas apresentam ângulo de contato igual a 0º. Análises de espectroscopia de emissão ótica (EEO) e espectroscopia Raman (ER) foram realizadas, bem como, análise de microscopia eletrônica de varredura (MEV) a qual confirmou presença de oligômeros. O processo a plasma é ambientalmente correto e se torna superior em comparação aos tratamentos convencionais
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15583
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DucianeOF.pdf2,85 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.