Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15585
Título: Sorção de petróleo por fibras vegetais
Autor(es): Ferreira, Tatiana Ribeiro
Palavras-chave: Fibras vegetais de semente;Fibras vegetais de folha;Petróleo;Sorção;Vegetal seed fiber;Vegetal leaf fiber;Petroleum;Sorption
Data do documento: 16-Mar-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FERREIRA, Tatiana Ribeiro. Sorção de petróleo por fibras vegetais. 2009. 67 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Materiais; Projetos Mecânicos; Termociências) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: Nowadays, when accidents with oil tanker or shore tanks occur and there is oil spill, some arrangements are made in order to repress and to fix the situation. For the containment, barriers or detours are usually made of synthetic materials such as polyurethane foam. In order to clear water away, techniques like in loco burning, biodegradant agents, dispersant agents and sorbent materials application are used. The most of the sorbent materials are also synthetic and they are used because it is easy to store them and their availability in market. This dissertation introduces the study of vegetable fibers of pineapple leaf fibers (Ananas comosus (L.) Merr.), cotton fibers (Gossypium herbaceum L.), kapok fibers (Ceiba pentandra (L.) Gaertn.), curauá fibers (Ananas erectifolius L.B. Sm.) and sisal fibers (Agave sisalana Perrine) related to their capacity of sorption of oil in case of accidental spill in the ocean. This work evaluates the substitution possibility of synthetic materials by natural biodegradable materials with less cost
metadata.dc.description.resumo: Atualmente, quando ocorrem acidentes com navios petroleiros ou com tanques de armazenamento e há derramamento de petróleo em água, são tomadas algumas providências no sentido de conter e de remediar o derramamento. Para conter o derramamento, são utilizadas barreiras de contenção ou de desvio que são feitas, geralmente, de materiais sintéticos como espuma de poliuretano. Para retirar o petróleo da água, são utilizadas técnicas como queima in loco, agentes biodegradantes, agentes dispersantes e aplicação de materiais que sorvem o petróleo. Os materiais que sorvem petróleo também são, em sua maioria, sintéticos e são muito utilizados pela facilidade de armazenamento e disponibilidade no mercado. Esta dissertação apresenta o estudo de fibras vegetais de algodão (Gossypium herbaceum L.), de capoc (Ceiba pentandra (L.) Gaertn.), da folha do abacaxizeiro (Ananas comosus (L.) Merr.), de sisal (Agave sisalana Perrine) e de curauá (Ananas erectifolius L.B. Sm.) quanto à capacidade de sorção petróleo em caso de derramamento acidental em mar. Este trabalho avalia a possibilidade de substituir os materiais sintéticos utilizados atualmente por materiais naturais, biodegradáveis e de menor custo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15585
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TatianaRF.pdf1,45 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.