Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15772
Título: Funcionalidade dos extratos fenólicos obtidos pelo cultivo semi-sólido de resíduos de abacaxi (Ananas comusus L.) e goiaba (Psidium guajava L.)
Autor(es): Sousa, Bruno Alexandre de Araujo
Palavras-chave: Cultivo semi-sólido;Extratos fenólicos;Rhizopus oligosporus;Antioxidante;Antimicrobiano;Antienzimático;Solid substrate cultivation;Phenolic extracts;Rhizopus oligosporus;Antioxidant;Antimicrobial;Enzymatic inhibition
Data do documento: 30-Abr-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUSA, Bruno Alexandre de Araujo. Funcionalidade dos extratos fenólicos obtidos pelo cultivo semi-sólido de resíduos de abacaxi (Ananas comusus L.) e goiaba (Psidium guajava L.). 2009. 120 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: Solid substrate cultivation (SSC) has become an efficient alternative towards rational use of agro industrial wastes and production of value-added products, mainly in developing countries. This work presents the production and functional application results of phenolic extracts obtained by solid substrate cultivation of pineapple (Ananas comosus L.) and guava (Psidium guajava L.) residues associated to soy flour and bioprocessed by Rhizopus oligosporus fungus. Two experimental groups were tested: (1) 9g of fruit residue and 1g of soy flour (A9 or G9); (2) 5g of fruit residue and 5g of soy flour (A5 or G5). After SSC, 100ml of distilled water was added to each Erlenmeyer flask containing 10g of bioprocessed material in order to obtain the phenolic extracts. Samples were taken every two days for total phenolic concentration (TPC) and antioxidant capacity evaluation by DPPH test during 12-day cultivation. The 2-day and 10-d ay extracts were selected and concentrated by ebullition until 1/10 of original volume was reached. After that, both non-concentrated and concentrated extracts were evaluated for their antimicrobial activity against Staphylococcus aureus and Salmonella enterica and a-amylase inhibitory capacity. It was observed an inverse relationship between total phenolic concentration (TPC) and antioxidant capacity during the cultivation. Besides that, the concentrated pineapple samples after two days were able to inhibit both pathogens tested, especially S. aureus. Guava concentrated extracts after 2 days showed expressive inhibition against S. enterica, but negative results against S. aureus growth. When it comes to a-amylase inhibition, A9 extracts after 2 days, both concentrated or not, completely inhibited enzyme activity. Similar behavior was observed for G9 samples, but only for concentrated samples. It was shown that concentration by ebullition positively affected the enzymatic inhibition of G9 and A9 samples, but on the other side, decreased antiamylase activity of A5 and G5 samples
metadata.dc.description.resumo: O cultivo semi-sólido tem se tornado nos últimos anos uma alternativa eficiente no aproveitamento de resíduos agroindustriais para a produção de compostos de alto valor agregado, sobretudo em países em desenvolvimento. Este trabalho apresenta resultados da produção e funcionalidade de extratos fenólicos obtidos através de cultivo semi-sólido de resíduos de abacaxi (Ananas comosus L.) e goiaba (Psidium guajava L.) associados ao farelo de soja por meio do fungo Rhizopus oligosporus. Dois grupos experimentais foram estudados: (1) 9g de resíduo e 1g de farinha de soja (A9 ou G9); (2) 5g de resíduo e 5g de farinha de soja (A5 ou G5). Após o cultivo semi-sólido, 100 mL de água destilada foram adicionados a cada frasco Erlenmeyer contendo 10g de material bioprocessado para obtenção dos extratos fenólicos não concentrados. Amostras foram tomadas ao longo do cultivo e avaliadas quanto à concentração de fenólicos totais e capacidade antioxidante pelo teste DPPH ao longo de 12 dias de cultivo. Os extratos aquosos obtidos após dois e dez dias de cultivo foram selecionados e concentrados até redução de 1/10 do volume original. Em seguida, tanto os extratos concentrados quanto os não-concentrados desses pontos foram submetidos à avaliação da atividade antimicrobiana contra Staphylococcus aureus e Salmonella enterica e poder inibitório da enzima a-amilase. Durante o cultivo foi observada relação inversa entre a produção de fenólicos livres e capacidade antioxidante dos extratos. As amostras fenólicas concentradas dos resíduos de abacaxi após dois dias de cultivo apresentaram capacidade de inibir o crescimento dos patógenos testados, especialmente o S. aureus. Para o resíduo de goiaba, foi observado que os extratos fenólicos concentrados de ambos os grupos experimentais após 2 dias de cultivo demonstraram expressiva inibição da Salmonella enterica, porém, não apresentaram resultados positivos contra S. aureus. Quanto à atividade anti-amilase, os extratos fenólicos do grupo experimental A9 após dois dias de cultivo apresentaram capacidade de inibir completamente a ação da enzima α-amilase. Comportamento similar foi detectado para as amostras do grupo experimental G9, porém, apenas para as amostras concentradas. A concentração por ebulição dos extratos fenólicos nos grupos A9 e G9 favoreceu o aumento da inibição enzimática. Comportamento diferente foi observado nas amostras dos grupos A5 e G5 que apresentaram baixa atividade anti-amilase, possivelmente influenciada por modificações decorrentes da concentração por ebulição
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15772
Aparece nas coleções:PPGEQ - Mestrado em Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BrunoAAS.pdf4,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.