Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15826
Título: Extração do corante reactive blue 19 utilizando tensoativo não iônico
Título(s) alternativo(s): Extraction of Reactive Blue 19 dye using nonionic surfactant
Autor(es): Melo, Ricardo Paulo Fonseca
Palavras-chave: Reactive Blue;Ultranex 95;Eficiência de remoção;Isoterma de Langmuir;Reacive Blue;Ultranex 95;Removal efficiency;Langmuir isotherm
Data do documento: 20-Jul-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MELO, Ricardo Paulo Fonseca. Extraction of Reactive Blue 19 dye using nonionic surfactant. 2012. 126 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: The generation of effluent from the finishing process in textile industry is a serious environmental problem and turned into an object of study in several scientific papers. Contamination with dyes and the presences of substances that are toxic to the environment characterize this difficult treatment effluent. Several processes have already been evaluated to remove and even degrade such pollutants are examples: coagulation-flocculation, biological treatment and advanced oxidative processes, but not yet sufficient to enable the recovery of dye or at least of the recovery agent. An alternative to this problem is the cloud point extraction that involves the application of nonionic surfactants at temperatures above the cloud point, making the water a weak solvent to the surfactant, providing the agglomeration of those molecules around the dyes molecules by affinity with the organic phase. After that, the formation of two phases occurred: the diluted one, poor in dye and surfactant, and the other one, coacervate, with higher concentrations of dye and surfactants than the other one. The later use of the coacervate as a dye and surfactant recycle shows the technical and economic viability of this process. In this paper, the cloud point extraction is used to remove the dye Reactive Blue from the water, using nonionic surfactant nonyl phenol with 9,5 etoxilations. The aim is to solubilize the dye molecules in surfactant, varying the concentration and temperature to study its effects. Evaluating the dye concentration in dilute phase after extraction, it is possible to analyze thermodynamic variables, build Langmuir isotherms, determine the behavior of the coacervate volume for a surfactant concentration and temperature, the distribution coefficient and the dye removal efficiency. The concentration of surfactant proved itself to be crucial to the success of the treatment. The results of removal efficiency reached values of 91,38%, 90,69%, 89,58%, 87,22% and 84,18% to temperatures of 65,0, 67,5, 70,0, 72,5 and 75,0°C, respectively, showing that the cloud point extraction is an efficient alternative for the treatment of wastewater containing Reactive Blue
metadata.dc.description.resumo: A geração de efluente proveniente do processo de acabamento na industria têxtil é um grave problema ambiental e se transformou em objeto de estudo em diversos trabalhos científicos. A contaminação por corantes e a presença de substâncias que são tóxicas ao meio ambiente caracterizam este efluente de difícil tratamento. Vários processos já foram avaliados para remover e até degradar tais poluentes são exemplos: a coagulação-floculação, tratamento biológico e processos oxidativos avançados, mas ainda não foram suficientes para possibilitar a recuperação do corante ou pelo menos do agente separador. Uma alternativa para este problema é a extração por ponto nuvem que envolve a aplicação de tensoativos não iônicos a temperaturas acima do ponto de nuvem, tornando a água um solvente fraco para o tensoativo, proporcionando a aglomeração destas moléculas ao redor do corante por afinidade a fase orgânica. Depois disso ocorre a formação de duas fases: uma chamada de diluída pobre em corante e tensoativo e a coacervato com concentração de corante e tensoativo bem maior que a outra fase. A utilização posterior do coacervato como reciclo de corante e tensoativo mostra a viabilidade técnica e econômica do processo. Neste trabalho a extração por ponto nuvem é utilizada para remover o corante Reactive Blue da água utilizando tensoativo não-iônico nonil fenol com 9,5 etoxilações. O objetivo é solubilizar as moléculas de corante no tensoativo, variando-se a concentração deste e a temperatura para estudar seus efeitos. Avaliando a concentração de corante na fase diluída após a extração é possível analisar variáveis termodinâmicas, construir isotermas de Langmuir, determinar o comportamento do volume de coacervato para uma concentração de tensoativo e temperatura, o coeficiente de distribuição e a eficiência de remoção de corante. A concentração de tensoativo mostrou-se fundamental para o sucesso do tratamento. Os resultados de eficiência de remoção alcançaram valores de 91,38%, 90,69%, 89,58%, 87,22% e 84,18% para temperaturas de 65,0, 67,5, 70,0, 72,5 e 75,0°C, respectivamente, mostrando que a extração por ponto nuvem é uma alternativa eficiente para o tratamento de efluentes contendo Reactive Blue
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15826
Aparece nas coleções:PPGEQ - Mestrado em Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RicardoPFM_DISSERT.pdf790,59 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.