Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15925
Título: Incorporação de resíduo de perfuração em matriz cerâmica: estabilização por solidificação
Título(s) alternativo(s): Residue incorporation drilling ceramic matrix: stabilization by solidilication
Autor(es): Câmara, Ana Paula Costa
Palavras-chave: Argila. Cascalho de perfuração. Solidificação e estabilização;Clay. Gravel drilling. Solidification and stabilization
Data do documento: 29-Jul-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CÂMARA, Ana Paula Costa. Residue incorporation drilling ceramic matrix: stabilization by solidilication. 2013. 113 f. Tese (Doutorado em Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologias Regionais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: One of the waste generated during the drilling of oil wells are gravel which are impregnated of drilling fluid. This residue consists of highly toxic chemicals, including toxic metals. This study suggests an alternative process to the treatment of this waste, by incorporating it the form of raw material in the ceramic matrix , and by solidification and stabilize the metals present, Aluminum (Al), Iron (Fe), Manganese (Mn) and Zinc (Zn). The raw materials were characterized by the techniques of X ray fluorescence (FRX), X ray diffraction (DRX), laser granulometry (GL), thermogravimetry (TG) and differential thermal analysis (ADT). To evaluate the percentage of gravel effect the environmental and technological properties were obtained from formulations containing 0, 10 and 20 % by weight of gravel in the ceramic matrix. After sintering at temperatures 1080, 1120 and 1160 °C, the samples were tested for water absorption, the linear shrinkage firing, voltage of rupture and solubility. The results obtained showed that the stabilization by solidification, is a viable alternative to safe disposal of waste drilling. Ceramics products can be used in the manufacture of solid bricks
metadata.dc.description.resumo: Um dos resíduos gerados durante a perfuração de poços de petróleo são os cascalhos que ficam impregnados por fluido de perfuração. Este resíduo é composto por produtos químicos de alta toxidade, entre eles os metais tóxicos. Este estudo propõe um processo alternativo ao tratamento deste resíduo, incorporando-o na forma de matéria-prima em matriz cerâmica, e através da solidificação estabilizar os metais tóxicos presentes, Alumínio (Al), Ferro (Fe), Manganês (Mn) e Zinco (Zn). As matérias-primas foram caracterizadas por fluorescência de raios X (FRX), difratometria de raios X (DRX), granulometria a laser (GL), termogravimetria (TG) e análise térmica diferencial (ADT). Para avaliar o efeito do percentual de cascalho nas propriedades tecnológicas e ambiental, foram obtidas formulações contendo 0, 10 e 20 % em massa do cascalho na matriz cerâmica. Após sinterização às temperaturas de 1080, 1120 e 1160 ºC, as amostras foram submetidas a ensaios de absorção de água, retração linear de queima, tensão de ruptura à flexão e solubilidade. Os resultados alcançados mostraram que a técnica de estabilização por solidificação, é uma alternativa viável a destinação segura do resíduo de perfuração. Os produtos cerâmicos obtidos podem ser utilizados na fabricação de tijolos maciços e blocos cerâmicos de alvenaria, em determinados percentuais e temperaturas de queima descritas neste trabalho
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15925
Aparece nas coleções:PPGEQ - Doutorado em Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnaPCC_TESE_Parcial.pdf411,23 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia
AnaPC_TESE.pdf1,94 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.