Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/15948
Título: Investigação dos processos hidrossedimentológicos em parcela experimental no semi-árido potiguar
Autor(es): Silva, Flaviane de Oliveira
Palavras-chave: Escoamento superficial;Perdas de solo;Parcela experimental;Semi-árido;Surface runoff;Soil erosion;Experimental plot;Semiarid
Data do documento: 15-Set-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Flaviane de Oliveira. Investigação dos processos hidrossedimentológicos em parcela experimental no semi-árido potiguar. 2008. 106 f. Dissertação (Mestrado em Saneamento Ambiental; Meio Ambiente; Recursos Hídricos e Hidráulica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: In northeastern semiarid, seasonality on precipitation temporal distribution, high intensity storm events and inadequate management of native vegetation can promote soil erosion. Vegetation removal causes soil surface exposure, reduces soil water storage capacity and can be the source degradation processes. In this context, this approach aims to analyze water and soil erosion processes on a 250 m2 undisturbed experimental plot with native vegetation, slope 2.5% by using 2006 and 2007 monitoring data. The site was instrumented to monitor rainfall, overland flow runoff and erosion by using a 5 m³ tank downstream the plot. Soil erosion monitoring was made by transported sediment and organic matter collection after each event. Field infiltration experiments were made at 16 points randomly distributed within the plot area by using a constant head infiltrometer during drought and rainy seasons, respectively. Infiltration data revealed high spatial and temporal variability. It was observed that during the beginning of the rainy period, 77% of the events showed runoff coefficient less than 0.05. As the rainy season began, soil water increase produced annual species germination. High intensity storms resulted in runoff coefficients varying between 0.33 and 0.42. Once the annual species was established, it was observed that approximately 39% of the events produced no runoff, which reflects an increase on soil water retention capacity caused by the vegetation. A gradual runoff reduction during the rainy season emphasizes the effect of vegetative density increase. Soil erosion observed data allowed to fit an empirical relationship involving soil loss and precipitation height, which was used to analyze the plot installation impact on soil erosion. Observed soil loss in 2006 and 2007 was 230 Kg/ha and 54 Kg/ha, respectively
metadata.dc.description.resumo: No semi-árido nordestino, a sazonalidade na distribuição temporal da precipitação, a ocorrência de tormentas de alta intensidade e o manejo inadequado da vegetação nativa podem intensificar os processos erosivos. A retirada da vegetação desprotege a superfície do solo, diminui a capacidade de armazenamento de água e dá origem aos processos de degradação. Nesse contexto, o objetivo dessa pesquisa é analisar os processos hidrossedimentológicos numa parcela experimental com vegetação nativa, protegida, área de 250 m2, declividade 2,5% a partir dos dados de monitoramento durante 2006 e 2007. Foram instalados equipamentos de medição e coleta automáticos da precipitação e nível da água num reservatório de 5 m³ situado a jusante da parcela. O monitoramento da perda de solo foi feito através da coleta de solo e matéria orgânica transportada após cada evento. Foram realizados ensaios de infiltração utilizando infiltrômetro com carga constante em 16 pontos distribuídos na área de estudo nas estações seca e chuvosa, respectivamente. Os ensaios revelaram alta variabilidade temporal e espacial na capacidade de infiltração. Observou-se que no período correspondente ao início das chuvas, 77% dos eventos apresentaram coeficientes de deflúvio menores que 0,05. Ao longo da estação chuvosa, o aumento da umidade no solo produziu a germinação de espécies anuais. Tormentas de alta intensidade resultaram em coeficientes variando entre 0,33 e 0,42. Uma vez estabelecida a vegetação na parcela, observou-se que aproximadamente 39% dos eventos não produziram escoamento superficial, o que reflete o aumento da capacidade de retenção da água no solo pelas plantas. Uma gradual redução no escoamento superficial ao longo da estação chuvosa ressalta o efeito do aumento na densidade vegetal. Os dados observados de perda de solo permitiram ajustar uma função empírica entre perda de solo e lamina precipitada, onde foi possível observar o impacto causado pela instalação da parcela. As perdas de solo em 2006 e 2007 totalizaram, respectivamente, 230 Kg/ha e 54 Kg/ha
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/15948
Aparece nas coleções:PPGES - Mestrado em Engenharia Sanitária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FlavianeOS.pdf1,35 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.