Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16075
Título: Um hipermídia sobre fases da lua para o ensino de astronomia a distância
Autor(es): Costa, José Roberto de Vasconcelos
Palavras-chave: ensino de astronomia;ensino a distancia;fases da lua;concepções alternativas;hipermidia;astronomy education, distance education, moon phases, alternative conceptions;hypermedia
Data do documento: 27-Out-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: COSTA, José Roberto de Vasconcelos. Um hipermídia sobre fases da lua para o ensino de astronomia a distância. 2011. 154 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: The interdisciplinary nature of Astronomy makes it a field of great potential to explore various scientific concepts. However, studies show a great lack of understanding of fundamental subjects, including models that explain phenomena that mark everyday life, like the phases of the moon. Particularly in the context of distance education, learning of such models can be favored by the use of technologies of information and communication. Among other possibilities, we highlight the importance of digital materials that motivate and expand the forms of representation available about phenomena and models. It is also important, however, that these materials promote the explicitation of student's conceptions, as well as interaction with the most central aspects of the astronomical model for the phenomenon. In this dissertation we present a hypermedia module aimed at learning about the phases of the moon, drawn from an investigation on the difficulties with the subject during an Astronomy course for teaching training at undergraduate level at UFRN. The tests of three semesters of course were analyzed, taking into account also the alternative conceptions reported in the literature in astronomy education. The product makes use of small texts, questions, images and interactive animations. Emphasizes questions about the illumination of the Moon and other bodies, and their relationship to the sun, the perception from different angles of objects illuminated by a single source, the cause of the alternation between day and night, the identification of Moon's orbit around the Earth and the occurrence of the phases as a result of the position of observing it, and the perception of time involved in the phenomenon. The module incorporated considerations obtained from interviews with students in two poles where its given presential support for students of the course, and subjects from different pedagogical contexts. The final form of the material was used in a real situation of learning, as supplementary material for the final test of the discipline. The material was analyzed by 7 students and 4 tutors, among 56 users, in the period in question. Most students considered that the so called "Lunar Module" made a difference in their learning, the animations were considered the most prominent aspect, the images were indicated as stimulating and enlightening, and the text informative and enjoyable. The analysis of learning of these students, observing their responses to issues raised at the last evaluation, suggested gains in key aspects relating to the understanding of the phases, but also indicates more persistent difficulties. The work leads us to conclude that it is important to seek contributions for the training of science teachers making use of new technologies, with attention to the treatment of computer as a complementary resource. The interviews that preceded the use of the module, and the way student has sought the module if with questions and/or previous conflicts - established great difference in the effective contribution of the material, indicating that it should be used with the mediation of teacher or tutor, or via strategies that cause interactions between students. It is desirable that these interactions are associated with the recovery of memories of the subjects about previous observations and models, as well as the stimulus to new observations of phenomena
metadata.dc.description.resumo: A característica interdisciplinar da astronomia a torna um campo de grande potencial para explorar diversos conceitos científicos. Contudo, estudos demonstram grande deficiência na compreensão de conteúdos fundamentais dessa ciência, inclusive no que se refere a modelos que explicam fenômenos que marcam nosso cotidiano, como as fases da Lua. Particularmente em contextos de ensino a distância, a aprendizagem de tais modelos pode ser favorecida pelo uso das tecnologias da informação e comunicação. Entre outras possibilidades, destacamos a importância de materiais digitais que motivem e ao mesmo tempo ampliem as formas de representação disponíveis sobre fenômenos e modelos. É importante, por outro lado, que esses materiais favoreçam a explicitação das concepções do aluno, bem como a interação com os elementos explicativos mais centrais do modelo astronômico para o fenômeno. Nessa dissertação é apresentado um módulo hipermídia voltado à aprendizagem sobre as fases da Lua, elaborado a partir de uma investigação sobre as dificuldades com o tema no contexto da oferta da disciplina Astronomia para as licenciaturas a distância da UFRN. As provas de três semestres de oferta da disciplina foram analisadas, levando-se em consideração também concepções alternativas em Astronomia relatadas na licenciatura. O produto elaborado faz uso de pequenos textos, questões, imagens e animações interativas. Dá ênfase a questionamentos sobre a iluminação da Lua e de outros corpos, e sua relação com o Sol; a percepção, a partir de diferentes ângulos, de objetos iluminados por uma fonte única; a causa da alternância entre dia e noite; a identificação da órbita da Lua em torno da Terra e aa ocorrência das fases como resultado da posição de observação do astro; e a percepção dos tempos envolvidos no fenômeno. Foram incorporadas, em sua elaboração, considerações obtidas em entrevistas realizadas como alunos de dois pólos onde são ofertadas as licenciaturas a distância e com pessoas envolvidas como monitoras da disciplina, na UFRN ou em contextos de divulgação da Astronomia. A forma final assumida foi disponibilizada em contexto real de ensino, como material complementar para a realização da avaliação final da disciplina. O material foi analisado por 7 alunos e 4 tutores, dentre os 56 usuários do mesmo, no período em questão. A maioria dos alunos considera que o Módulo Lunar , como foi chamado, fez diferença em sua aprendizagem; as animações foram os elementos mais destacados; as imagens foram consideradas estimulantes e esclarecedoras, e o texto, esclarecedor e agradável. A análise da aprendizagem desses alunos, observando suas respostas à questões abordadas na última avaliação, sugeriu ganhos em importantes aspectos referentes ao entendimento das fases, mas também indica dificuldades mais persistentes. O trabalho nos leva a concluir que é importante buscarmos contribuições para a formação de professores de Ciências fazendo uso de novas tecnologias, mas com atenção à necessidade de que tais recursos sejam inseridos como instrumentos auxiliares de Ensino. As entrevistas que antecediam o uso do módulo, ou a forma como o aluno o buscava se com dúvidas e/ou conflitos prévios, fizeram grande diferença na contribuição efetiva do material, indicando que ele deve ser utilizado com mediação de professor ou tutor, ou via estratégias que provoquem interações entre alunos. É desejável que essas interações sejam associadas à recuperação das memórias dos sujeitos sobre observações anteriores, bem como ao estímulo a novas observações dos fenômenos
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16075
Aparece nas coleções:PPGECNM - Mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseRVC_DISSERT.pdf2,65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.