Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16141
Título: O silenciamento no texto jornalístico e a construção social da realidade
Autor(es): Hora, Carmem Daniela Spínola da
Palavras-chave: Silenciamento;Construção da realidade;Análise do discurso;Jornalismo;Segunda guerra mundial;Silencehood;Reality construction;Speech analysis;Journalism;Second world war
Data do documento: 6-Mar-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: HORA, Carmem Daniela Spínola da. O silenciamento no texto jornalístico e a construção social da realidade. 2008. 130 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: This research analyses the silencehood use by the A República journal (Natal/RN), today not being distributed, during the Second World War. Its objective is to unveil the production condition of the news texts, and it was observed that the use of silencehood as a speech strategy with its implications that falls upon the way of behaving and thinking of the society, all that time, influencing the reader in the construction of his image of the reality. During the coverage of the conflict by the local journal it was possible to also observe different speech marks that represented the change in attitude of the Brazilian Government, responsible for the control of what was spread as news. The country lived the dictatorship of the New State and as the war went on the government changed its speech, according to political, social and economical interest s thoughts being played, silencing themes in the name of the national security. We admit as research material journalistic texts that refer to the main facts that occurred during the six years of the world conflict and that is why we used as theoric-metodological support the Speech Analysis
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho analisa a utilização do silenciamento pelo jornal A República (Natal/RN), hoje sem circulação, durante a cobertura da Segunda Guerra Mundial. Objetivando desvendar as condições de produção dos textos noticiosos, observou-se o uso do silenciamento como estratégia discursiva, cujas implicações recaíam sobre o modo de agir e pensar da sociedade, à época, influenciando o leitor na construção de sua imagem da realidade. Durante a cobertura do conflito pelo jornal natalense, foi possível observar, ainda, marcas discursivas distintas que representavam a mudança de atitude do Governo Brasileiro, responsável pelo controle do que era noticiado. O país vivia a ditadura do Estado Novo e, face ao desenrolar da guerra, o governo mudava seu discurso, atendendo aos seus interesses políticos, econômicos e sociais em jogo, silenciando temas em nome da unidade e segurança nacional. Admitimos como material de análise textos jornalísticos referentes aos principais fatos ocorridos durante os seis anos em que se deu o conflito mundial e, para tanto, utilizamos como suporte teórico-metodológico a Análise do Discurso
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16141
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarmemDSH.pdf572,91 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.