Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16226
Título: A complexidade do ser fictício: a construção da personagem Marcela no romance A ostra e o vento
Autor(es): Araújo, Lanaiza do Nascimento Silva
Palavras-chave: narrativa moderna;personagem de ficção;A ostra e o vento;Moacir C. Lopes;modern narrative;fictional character;The oyster and the wind;Moacir C. Lopes
Data do documento: 4-Mai-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ARAÚJO, Lanaiza do Nascimento Silva. A complexidade do ser fictício: a construção da personagem Marcela no romance A ostra e o vento. 2012. 121 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: It is possible to notice that the modern narrative increasingly seeks to invest its characters with a broad and complex nature, away from the well-defined beings of the traditional narrative. Through this work, we aim to make a study of Marcela, a character of the novel A ostra e o vento, by Moacir Costa Lopes, taking into account the way the complexity of the fictitious being is constituted through an analysis of structural, semantic, and thematic elements. We first will bring up a brief theoretical discussion about the character in a novel, and we also will carefully analyze the diagetic universe, presenting the complex path of the character further. Subsequently, we will focus on the structure of the narrative which creates a complex picture of the character, using the technique of crossed points of view as well as the technique of temporal fragmentation. Finally, we will investigate conflicting social relations that portray Marcela s disturbed inner side, as well as the metaphoric symbolic language, which furnishes a number of different representation of this character, impeding the creation of a well-structured coherent character. Studies of scholars such as Antonio Candido, Anatol Rosenfeld, Vitor Manuel de Aguiar e Silva, Fernando Segolin, Gerard Genette, Michel Zéraffa, among others, will guide our analysis
metadata.dc.description.resumo: Observa-se na narrativa moderna uma busca cada vez mais frequente por atribuir às personagens uma natureza ampla, complexa, distanciada dos seres definidos e bem delimitados da narrativa tradicional. Com este trabalho, objetivamos desenvolver um estudo em torno da personagem Marcela no romance A ostra e o vento (1964), do escritor Moacir Costa Lopes, considerando a constituição da complexidade do ser fictício por meio da análise de elementos estruturais, semânticos e temáticos. Em um primeiro momento, apresentamos uma breve discussão teórica em torno da categoria personagem romanesca, partindo, em seguida, para uma análise detida do universo diegético da obra, apresentando a trajetória complicada de Marcela. Posteriormente, concentramos nosso olhar no exame da estruturação da narrativa que edifica a imagem complexa da personagem, por meio da técnica dos pontos de vista cruzados e da fragmentação temporal. Por fim, analisamos as relações sociais conflitantes que caracterizam o interior conturbado de Marcela e a linguagem simbólica e metafórica que oferecem um grande número de representações distintas da personagem, impossibilitando a construção de uma imagem coerente e bem estruturada. Para tanto, partimos de estudos de teóricos como Antonio Candido, Anatol Rosenfeld, Vitor Manuel de Aguiar e Silva, Fernando Segolin, Gérard Genette, Michel Zéraffa, entre outros autores pertinentes
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16226
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LanaizaNSA_DISSERT.pdf952,75 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.