Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16292
Título: Gilberto Freyre e Câmara Cascudo: entre a tradição, o moderno e o regional
Autor(es): Ferreira, José Luiz
Palavras-chave: Cultura;Tradição;Literatura;Modernismo;Regionalismo;Gilberto Freyre e Câmara Cascudo;Culture;Tradition;Literature;Modernism;Regionalism;Gilberto Freyre and Câmara Cascudo
Data do documento: 23-Set-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FERREIRA, José Luiz. Gilberto Freyre e Câmara Cascudo: entre a tradição, o moderno e o regional. 2008. 212 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: The present work makes some comments on the scattered productions of Gilberto Freyre and Luís da Câmara Cascudo, in the period which includes the early years of their intellectual performance, the second decade of the twentieth century. The corpus of the research is delimited on the texts published by Gilberto Freyre, from 1918 to 1926, which were gathered in the book Tempo de aprendiz (1979), and from the ones published by Câmara Cascudo in Natal local newpapers, such as A Imprensa and A República, in 1924, 1927, 1928 and 1929. Concerning Câmara Cascudo s texts, the delimitations of these years is due to they had a relevant importance for the literary and cultural history of Rio Grande do Norte. The included discussions in these writers texts mainly happen around the modernist and regionalist ideas that happened restrictively in the Northeast region of Brazil, and are based on the relationships between literature and culture. Thus, the set of collaborations of both writers is useful as a sample of the intellectual thinking of the mentioned region. Besides, it is representative in the way the cultural debate got along in the country, which in turn, demanded the inclusion of the local realities in order to follow the renewing process of the worldwide thinking, and as matter of fact, arrange a new process in the Brazilian literary tradition. In this way, the study goals to set the positions taken by the two writers faced to the new challenges that the Brazilian reality of that moment was imposed on. The theoretical basis of this work is focused on the accumulated studies about the Brazilians modernism, regionalism and literature, pointing out the Candido s texts, (2006, 2004, 2002, 1995, 1993 and 1989), Schwarz s (1999, 1997a and 1997b), Perrone- Moysés s (2007), Pallares-Burque s (2005), Azevedo s(1996), D Andrea s (1992), Araújo s (2006, 1998, 1997 and 1995), among other authors. Therefore, It is relevant the participation of both writers in that moment which highlights the renewing of the national thinking and the formation of the Brazilian cultural modernity, even the positions taken by them reveal, at times, different views concerning literature and tradition without being disagreeing, however
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho faz uma leitura da produção esparsa de Gilberto Freyre e Luís da Câmara Cascudo, no período que compreende os anos iniciais da atuação intelectual dos dois escritores, a segunda década do século XX. O corpus da pesquisa está delimitado em torno dos textos publicados por Gilberto Freyre, no período de 1918 a 1926, que foram reunidos na obra Tempo de aprendiz (1979), e dos textos publicados por Câmara Cascudo nos jornais natalenses, A Imprensa e a República, nos anos de 1924, 1927, 1928 e 1929. No tocante aos textos de Câmara Cascudo, a delimitação desses anos se dá pelo fato deles terem representação significativa para a história cultura e literária do Rio Grande do Norte. As discussões contidas nos textos desses dois escritores se dão, principalmente, em torno das idéias modernistas e regionalistas acontecidas no espaço circunscrito à região Nordeste e tem por base as relações entre a literatura e a cultura. Assim, o conjunto das colaborações dos dois escritores serve como amostra do pensamento intelectual da região. Além disso, é representativo da forma como se deu o debate cultural no país, o qual, por sua vez, exigia a incorporação das realidades locais com vistas a acertar o passo com o processo de renovação do pensamento mundial e, desse modo, configurar um novo processo na tradição literária brasileira. Sendo assim, o estudo objetiva estabelecer as posições assumidas pelos dois escritores frente aos novos desafios que se impunham à realidade brasileira daquele momento. A fundamentação teórica do trabalho está centrada nos estudos acumulados sobre o modernismo, regionalismo e literatura brasileira, destacando os textos de Candido (2006, 2004, 2002, 1995, 1993 e 1989), Schwarz (1999, 1997a e 1997b), Perrone-Moysés (2007), Pallares-Burque (2005), Azevedo (1996), D Andrea (1992), Araújo (2006, 1998, 1997 e 1995), dentre outros. É significativa, portanto, a participação dos dois escritores naquele momento que marca a renovação do pensamento nacional e a formação da modernidade cultural brasileira, mesmo que as posições assumidas por ambos revelem, por vezes, posturas diferentes em relação à literatura e à tradição sem, contudo, serem divergentes
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16292
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseLF.pdf675,98 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.