Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16325
Título: Abordagem cognitiva da construção deverbal x-dor: contribuições para o ensino do português
Autor(es): Oliveira, Nubiacira Fernandes de
Palavras-chave: Discurso;Gramática;Nominalização;Construção deverbal;Discourse;Grammar;Nominalization;Deverbal construction
Data do documento: 28-Nov-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: OLIVEIRA, Nubiacira Fernandes de. Abordagem cognitiva da construção deverbal x-dor: contribuições para o ensino do português. 2008. 202 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: This work analyzes deverbal nominalizations with the sufix dor in Brazilian Portuguese, under the perspective of Cognitive Linguistics, more specifically, the Construction Grammar. The aim is to determine the general features of interpretation that characterize this deverbal construction and its use in formal writing. Based on the cognitive assumption that grammatical structure is motivated, explained, and determined by the structure of cognitive patterns, created from our experience in the world, and by the communicative function of language, the dor deverbal is treated as a polysemic grammatical construction. In the composition of V+dor, the relation rootsuffix is focused, through a characterization of the syntactic-semantic nature of the verb and the values of the suffix. Among the different values conventionally related to the XDOR construction, the agentive is considered as the prototypical sense. The relation between the other values and the prototype is explained by cognitive abilities and discourse motivations. The deverbal construction X-DOR is also interpreted as a valency noun that, like an action nominal, retains the argument structure of the deriving predicate. It is also intended to demonstrate the textual function of this deverbal construction, as a device of information condensing and anaphoric recovery. The data were taken from Veja magazine and the approach is qualitative (explicative), with quantitative support
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho, analisam-se nominalizações deverbais com o sufixo dor em português, sob o enfoque da Lingüística Cognitiva, mais especificamente, da Gramática de Construções. O objetivo da pesquisa é estabelecer os traços gerais de interpretação caracterizadores dessa construção deverbal e de seu uso na escrita formal. Com base no pressuposto cognitivista de que a estrutura gramatical é motivada, explicada, determinada pela estrutura de modelos cognitivos, criados a partir da experiência com o mundo, e pela função comunicativa da linguagem, os deverbais em dor são tratados como uma construção gramatical polissêmica. Focaliza-se, na composição de V+dor, a relação base-sufixo, caracterizando a natureza sintático-semântica do verbo e os valores do sufixo. Dos diferentes valores convencionalmente estabelecidos da construção XDOR, considera-se o agentivo como o sentido prototípico. A relação entre os demais valores e o protótipo é explicada por habilidades cognitivas e por motivações discursivas. A construção deverbal X-DOR é também interpretada como um nome valencial que, semelhante a um nominal de ação, preserva a estrutura argumental do predicado derivante. Procura-se, ainda, demonstrar a função textual dessa construção deverbal como recurso de condensação de informação e de retomada anafórica. Os dados analisados são da revista Veja e a abordagem é de natureza qualitativa (explicativa), com suporte quantitativo
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16325
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
NubiaciraFO_TESE.pdf1,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.