Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16346
Título: O sertanejo e o sevilhano nos poemas de João Cabral de Melo Neto: o lusco-fusco barroco
Autor(es): Vinagre, Verônica Falcão de Oliveira
Palavras-chave: João Cabral de Melo Neto. Barroco. Cultura. Sertanejo. Sevilhano;João Cabral de Melo Neto. Barroque. Culture. Northeastern Brazilian. Sevillian
Data do documento: 11-Ago-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: VINAGRE, Verônica Falcão de Oliveira. O sertanejo e o sevilhano nos poemas de João Cabral de Melo Neto: o lusco-fusco barroco. 2014. 176 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: The aim of this research is, starting from a Baroque reading, unfold the understanding of the poems by João Cabral de Melo Neto in the axis Pernambuco-Spain. From this perspective, the reading of poet s Obra Completa allows the appearance of two persons, one from Seville and other from the Brazilian countryside, whom curiously pulsate and reveal themselves from their homelands, Brazilian northeastern dry lands and Seville, to a labyrinthy meeting establishing a close and exciting relationship of cities apart but which mark a contiguous dialogue between both cultures. The theorical effort of this investigation permeates, approaches and contrasts the directions of, among others, Severo Sarduy (1999), Gilles Deleuze (2012) and Eugenio D Ors (unknown). Not traveling an anthropological bias, this study observes the Spanish space and the Brazilian northeastern dry lands space, joining the regional to the universal and analyzes the baroque game in the (re) construction of the both men s cultures. These elements fuse, approach and move away, causing a game of allusions to Pernambuco and Spain that show itself through a similar cultural bias and different at the same time. From this apprehension it is possible to understand the synthesis of the Brazilian arid northeast-Seville men as a update of seventeenth century Baroque coming from indexes that are shown over the particular written by João Cabral de Melo Neto, in the Iberian Baroque scenario and in the American one s
metadata.dc.description.resumo: Esta pesquisa tem o objetivo de, a partir de uma leitura barroca, desdobrar a compreensão dos poemas de João Cabral de Melo Neto no eixo Pernambuco Espanha. Nessa perspectiva, a leitura da Obra Completa do poeta permite a aparição de dois sujeitos, o sevilhano e o sertanejo, que, curiosamente, pulsam e revelam-se desde seus locais de origem, Sertão e Sevilha, a um encontro labiríntico estabelecendo uma estreita e instigante relação de cidades alijadas, mas que assinalam um diálogo contíguo entre suas culturas. O esforço teórico desta investigação perpassa, aproxima ou contrapõe as orientações, entre outras, de Severo Sarduy (1999), Gilles Deleuze (2012) e Eugenio D Ors (s.d). Não percorrendo um viés antropológico, este estudo observa o espaço espanhol e o espaço pernambucano congregando o regional ao universal e analisa o jogo Barroco na (re) construção da cultura do homem sertanejo e sevilhano. Esses elementos que se fundem, se aproximam e se distanciam provocam um jogo de alusões a Pernambuco e à Espanha que se mostram pelo viés cultural parecidos e ao mesmo tempo diferentes. Dessa apreensão, é possível compreender a síntese do sertanejo-sevilhano como uma atualização do Barroco do seiscentos a partir de índices que são evidenciados na escrita peculiar de João Cabral de Melo Neto, do cenário do Barroco ibérico e do Barroco americano
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16346
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VeronicaFOV_DISSERT.pdf2,53 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.