Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16614
Título: Influência da filogenia em redes de interações ecológicas
Autor(es): Cruz, Cláudia Patrícia Torres
Palavras-chave: Redes complexas. Filogenia. Ecologia
Data do documento: 23-Mai-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CRUZ, Cláudia Patrícia Torres. Influência da filogenia em redes de interações ecológicas. 2013. 125 f. Tese (Doutorado em Física da Matéria Condensada; Astrofísica e Cosmologia; Física da Ionosfera) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: In this thesis we deal with a class of composed networks that are formed by two tree networks, TP and TA, whose end points touches each other through a bipartite network BPA. We explore this network using a functional approach. We are interested in what extend the topology, or the structure, of TX (X = A or P) determines the links of BPA. This composed structure is an useful model in evolutionary biology, where TP and TA are the phylogenetic trees of plants and animals that interact in an ecological community. We use in this thesis two cases of mutualist interactions: frugivory and pollinator networks. We analyse how the phylogeny of TX determines or is correlated with BPA using a Monte Carlo approach. We use the phylogenetic distance among elements that interact with a given species to construct an index κ that quantifies the influence of TX over BPA. The algorithm is based in the assumption that interaction matrices that follows a phylogeny of TX have a total phylogenetic distance smaller than the average distance of an ensemble of Monte Carlo realizations generated by an adequate shuffling data. We find that the phylogeny of animals species has an effect on the ecological matrix that is more marked than plant phylogeny
metadata.dc.description.resumo: Nesta tese tratamos com uma classe de redes compostas que são formadas por duas redes tipo árvore, TP e TA, cujos pontos extremos se tocam em uma rede bipartida BPA. Esta rede composta é analisada usando uma abordagem funcional. Estamos interessados em estudar o quanto a topologia, ou a estrutura, de TX (X = A ou P) determina as conexões BPA. Esta estrutura composta de rede é útil em biologia evolutiva onde TP e TA são árvores filogenéticas de plantas e animais que interagem em uma comunidade ecológica. Estudamos dois casos de redes ecológicas de interação mutualística: redes de Interações do tipo frugivoria e interações do tipo polinização. Analisamos o quanto a filogenia de TX determina, ou está correlacionada, com BPA usando uma abordagem do tipo Monte Carlo. Para tanto estimamos a distância filogenética entre elementos que interagem com uma dada espécie para construir um índice κ que quantifica a influência de TX sobre BPA. O algoritmo é baseado na premissa de que matrizes de interação que seguem a filogenia de TX vão apresentar uma distância filogenética menor do que a média das distâncias obtidas por Monte Carlo construído via um adequado embaralhamento de dados. Encontramos que a filogenia dos animais tem um efeito mais marcante sobre a matriz de interação do que a filogenia das plantas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16614
Aparece nas coleções:PPGFIS - Doutorado em Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ClaudiaPTC_TESE.pdf1,26 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.