Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16701
Title: Tradução, adaptação e avaliação psicométrica da Prova Cognitiva de Leganés em uma população idosa brasileira com baixo nível de escolaridade
Authors: Caldas, Vescia Vieira de Alencar
Keywords: Cognição;Demência;Idoso;Escolaridade;Cognition;Dementia;Elderly;Education
Issue Date: 21-Feb-2011
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CALDAS, Vescia Vieira de Alencar. Tradução, adaptação e avaliação psicométrica da Prova Cognitiva de Leganés em uma população idosa brasileira com baixo nível de escolaridade. 2011. 82 f. Dissertação (Mestrado em Movimento e Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Portuguese Abstract: Introdução: As escalas de rastreio cognitivo são ferramentas importantes para detecção precoce da demência, gerando a possibilidade de desenvolvimento de medidas que retardem esse processo e auxiliem no manejo da doença. Objetivo: Validar a Prova Cognitiva de Leganés (PCL) para rastreio cognitivo em idosos brasileiros com baixo nível de escolaridade. Métodos: Utilizou-se uma amostra de 59 idosos residentes no município de Santa Cruz-RN, com baixo nível educacional. A confiabilidade foi analisada com intervalo de dois dias entre as avaliações, e a validade concorrente foi avaliada através do Mini Exame do Estado Mental (MEEM). Resultados: De acordo com a PCL a prevalência de demência foi de 11,8%. Os itens da escala apresentaram correlação de moderada à forte entre os domínios (p<0,01), e a confiabilidade inter-examinador apresentou um ICC=0.81, IC 95% (0.72-0.88). A análise fatorial agrupou dois fatores interpretados como memória e orientação. A análise de concordância entre as escalas mostrou um kappa ruim, reforçando a hipótese de influência de escolaridade no escore final obtido no MEEM. Conclusão: Os resultados sugerem que a PCL possui níveis de confiabilidade aceitáveis para utilização em idosos brasileiros com baixa escolaridade, minimizando o viés de escolaridade presente na maioria das escalas de avaliação cognitiva
Abstract: Introdução: The scales of cognitive screening are important tools for early detection of dementia, creating the possibility of developing measures to slow this process and assist in the management of the disease. Objective: To validate the Leganés Cognitive Test (Prueba Cognitive de Leganés) (PCL) for cognitive screening in low educated elderly Brazilians. Methods: The study sample was composed of 59 elderly residents from the city of Santa Cruz, Brazil with low schooling levels. Reliability was analyzed with a 2-day interval between assessments, and concurrent validity was assessed using the Mini Mental State Examination (MMSE). Results: According to the PCL, the prevalence of dementia was 11.8%. The scale items showed a moderate to strong correlation between domains (p <0.01), and inter-rater reliability exhibited ICC = 0.81, 95% CI (0.72-0.88). Factor analysis resulted in two factors: memory and orientation. Interscale agreement was considered poor (k = - 0.02), supporting the hypothesis of an educational impact on final MMSE scores. Conclusion: The results suggest that PCL has acceptable levels of reliability for use in low educated elderly Brazilians
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16701
Appears in Collections:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VesciaVAC_DISSERT.pdf335.41 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.