Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17127
Title: Expressão imuno-histoquimica de colagenase-1 e gelatinases A e B em mixomas odontogênicos e papilas de germes dentários
Authors: Nonaka, Cassiano Francisco Weege
Keywords: Mixoma odontogênico;Papila dentária;Metaloproteinases de matriz;Imunohistoquímica;Odontogenic myxoma;Dental papilla;Matrix metalloproteinases;Immunohistochemistry
Issue Date: 23-Feb-2006
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: NONAKA, Cassiano Francisco Weege. Expressão imuno-histoquimica de colagenase-1 e gelatinases A e B em mixomas odontogênicos e papilas de germes dentários. 2006. 151 f. Dissertação (Mestrado em Odontologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Abstract: The odontogenic myxoma shares cellular and structural aspects with dental papilla, which has been implicated as probable origin of this neoplasm. The aim of the present study was to perform a comparative immunohistochemical analysis for the expression of collagenase-1 (MMP-1) and gelatinases A (MMP-2) and B (MMP-9) in odontogenic myxomas and dental papilla of teeth germs. Twelve cases of odontogenic myxomas and eight specimens of teeth germs were selected. It was taken into consideration the presence or absence of immunoreactivity, the pattern of immunohistochemical distribution of proteases within extracellular matrix, as well as, the number of cells revealing immunostaining for matrix metalloproteinases (MMPs). It was verified a significant difference (p<0,05) in relation to MMP-2 immunoexpression, which was observed only within extracellular matrix of myxomas. Nevertheless, MMP-1 labeling was revealed by most of the cases of odontogenic myxoma, at levels close to those observed in dental papilla. In relation to the pattern of distribution, a significant difference was obtained between specimens (p<0,05), with neoplasms predominantly exhibiting a focal pattern for MMP-1. The quantitative analysis of neoplastic cells labeled for MMPs denoted a significant difference (p<0,05), demonstrating a higher proportion of MMP-1 in comparison to MMPs-2 and -9. It can be concluded that immunohistochemical expression of MMP-1 at levels comparable to those observed in dental papilla and quantitatively superior in relation to MMPs-2 and -9, suggest an implication of this protease on extracellular matrix degradation of odontogenic myxomas. Moreover, the possibility of interactions with receptors involved in cellular adhesion, particularly with integrins, suggests a plausible function on local invasiveness of such neoplasms. Additionally, the presence of a descent immunoexpression gradient for these MMPs on odontogenic myxomas, associated to substrate specificity inherent in each enzyme, suggest the existence of a coordinated mechanism between interstitial collagenase and gelatinases A and B in order to allow an efficient degradation of extracellular matrix and local invasion by neoplastic cells
Portuguese Abstract: O mixoma odontogênico compartilha aspectos celulares e estruturais com a papila dentária, tendo-se implicado esta última como provável origem deste neoplasma. O propósito desta pesquisa consistiu em analisar comparativamente a expressão imuno-histoquímica de colagenase-1 (MMP-1) e gelatinases A (MMP-2) e B (MMP-9) em mixomas odontogênicos e papilas de germes dentários. Foram selecionados 12 casos de mixoma odontogênico e 08 espécimes de germes dentários, para análise da presença ou ausência de expressão imunohistoquímica e padrão de distribuição destas proteases em meio à matriz extracelular, bem como, o número de células positivamente marcadas para estas metaloproteinases de matriz (MMPs). Constatou-se diferença significativa (p<0,05) em relação à imunorreatividade para MMP-2, apresentando-se expressa apenas em meio à matriz extracelular dos mixomas. Para MMP-1 foi verificada imunorreatividade na maioria dos casos de mixomas, com proporções semelhantes às constatadas nas papilas dentárias. Em relação ao padrão de distribuição, evidenciou-se diferença significativa apenas para MMP-1 (p<0,05), com predominância do padrão focal nos neoplasmas. Por sua vez, a quantidade de células imunorreativas às proteases, nos mixomas odontogênicos, revelou diferenças significativas (p<0,05), estando a MMP-1 presente em maiores proporções, em comparação com as MMPs-2 e -9. Concluiu-se que a expressão de MMP-1, em nível comparável ao constatado nas papilas de germes dentários e numericamente superior às MMPs-2 e -9, sugere a implicação desta protease no processo de degradação da matriz extracelular nos mixomas odontogênicos e, em decorrência da possibilidade de associação das MMPs a receptores envolvidos no processo de adesão celular, especialmente às integrinas, ainda um provável papel na invasividade local destes neoplasmas. Adicionalmente, a evidenciação de um gradiente descendente na expressão imuno-histoquímica das MMPs nos mixomas odontogênicos, associada à especificidade de substrato inerente a cada uma destas proteases, sugerem a existência de um mecanismo coordenado entre colagenase intersticial e gelatinases A e B, direcionado à degradação eficiente da matriz extracelular e invasão local por parte das células neoplásicas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17127
Appears in Collections:PPGPO- Mestrado em Patologia Oral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CassianoFWN.pdf2,01 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.