Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17166
Title: Estudo in vitro dos efeitos da BMP-2 e do seu antagonista Noggin sobre a proliferação e migração celulares em carcinoma epidermóide de língua
Authors: Carvalho, Cyntia Helena Pereira de
Keywords: Carcinoma epidermóide oral. Proliferação celular. Metástase. Proteína óssea morfogenética-2. Noggin;Squamous cell carcinoma. Cell proliferation. Metastasis. Bone morphogenic protein 2. Noggin
Issue Date: 27-Feb-2014
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: CARVALHO, Cyntia Helena Pereira de. Estudo in vitro dos efeitos da BMP-2 e do seu antagonista Noggin sobre a proliferação e migração celulares em carcinoma epidermóide de língua. 2014. 92 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: O carcinoma epidermóide oral (CEO) representa a neoplasia maligna mais prevalente na cavidade oral e por atingir um grande número de indivíduos, acaba se tornado um relevante problema de saúde pública. Muitos estudos demonstram alterações nos componentes da via BMP em vários tipos de tumores, como os de próstata, cólon, mama, gástricos e CEOs. É do conhecimento atual que essas proteínas podem exercer efeito pró-tumoral em estágios mais avançados do desenvolvimento neoplásico vindo a favorecer a progressão e invasão tumoral. A inibição da via de sinalização da BMP-2, através dos seus antagonistas, tem mostrado resultados positivos de ação antitumoral e que assim, o uso do Noggin pode ser um novo alvo terapêutico contra o câncer. Diante destas evidências e dos escassos trabalhos com BMP-2, Noggin e CEO, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito da BMP-2 e seu antagonista Noggin sobre a proliferação e migração celulares em culturas de células de carcinoma epidermóide de língua humana (SCC25). Foi feita a divisão em três grupos de estudo, um grupo controle, onde as células SCC25 não sofriam tratamento com substância alguma, um grupo BMP-2, no qual as células eram tratadas com 100ng/ml de BMP-2 e um grupo de células que eram tratadas com 100ng/ml de Noggin. Para o ensaio de proliferação e ciclo celular foram estabelecidos três intervalos de tempo (24, 48 e 72 horas). A atividade proliferativa foi investigada por azul de tripan e a análise do ciclo celular através da marcação por iodeto de propídio em Citometria de fluxo. O potencial de migração/invasão das células SCC25 foi avaliado através da realização de um ensaio de invasão celular utilizando o matrigel em um intervalo de 48 horas. A curva de proliferação revelou maior crescimento celular nas células tratadas com BMP-2 no intervalo de 72 horas (p<0.05) e menor crecimento e viabilidade celular no grupo Noggin. As proteínas recombinantes favoreceram a maior porcentagem das células na fase do ciclo celular Go/G1 com diferença estatisticamente significativa no intervalo de 24 horas (p<0,05). A BMP-2 promoveu uma maior invasão das células estudadas, assim como o seu antagonista Noggin inibiu a invasão das células estudadas (p<0,05). Dessa forma, os resultados indicam que a BMP-2 favorece o fenótipo maligno, pois estimula a proliferação e invasão das células SCC25 e seu antagonista Noggin pode ser uma alternativa terapêutica pois inibiu essas características pró-tumorais
Abstract: Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is the most prevalent malignancy in the oral cavity and reach a large number of individuals, has become an important public health problem. Studies have demonstrated changes in pathway components BMP in various types of cancers as prostate, colon, breast, gastric and OSCCs. Is the current knowledge that these proteins may exert pro-tumor effect in more advanced stages of neoplastic development coming to favor progression and invasion tumor. The inhibition of the signaling pathway BMP-2 through its antagonists, have shown positive results of antitumor activity and use of Noggin may be a novel therapeutic target for cancer. Given this evidence and the few studies with BMP-2, Noggin and OSCC, the objective of this research was to evaluate the effect of BMP-2 and its antagonist Noggin on proliferation and migration cell in line of cell cultures of human tongue squamous cell carcinoma (SCC25). The study was divided in three groups, a control group, where SCC25 cells suffered no treatment, a BMP-2 group, in which cells were treated with 100ng/ml of BMP-2 and a group of cells that were treated with 100ng/ml of Noggin. For the proliferation assay and cell cycle were established three time intervals (24, 48 and 72 hours). Proliferative activity was investigated by trypan blue and cell cycle analysis by staining with propidium iodide flow cytometry. The potential for migration / invasion of SCC25 cells was performing by a cell invasion assay using Matrigel in a 48-hour interval. The proliferation curve showed a higher proliferation in cells treated with BMP-2 in 72 hours (p < 0.05), and lower overgrowth and cell viability in Noggin group. Recombinant proteins favored a greater percentage of cells in cell cycle phase Go/G1 with a statistically significant difference in the interval of 24 hours (p < 0.05). BMP- 2 produced a greater invasion of cells studied as well as its antagonist Noggin inhibits invasion of cells (p < 0.05). Thus, these results indicate that BMP-2 promotes malignant phenotype, dues stimulates proliferation and invasion of SCC25 cells and, its antagonist Noggin may be an alternative treatment, due to inhibit the tumor progression
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17166
Appears in Collections:PPGPO- Doutorado em Patologia Oral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CyntiaHPC_TESE.pdf1,5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.