Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17167
Title: Expressão imuno-histoquímica das integrinas a2ß1, a3ß1 e a5ß1 em adenoma pleomórfico de glândula salivar menor e maior e carcinoma adenóide cístico
Other Titles: Immunohistochemical expression of D2E1, D3E1 e D5E1 integrins in pleomorphic adenoma from minor and major salivary glands and adenoid cystic carcinoma
Authors: Miguel, Márcia Cristina da Costa
Keywords: Neoplasias de glândula salivar;Adenoma pleomórfico;Carcinoma adenóide cístico;Integrinas, imuno-histoquímica;Salivary gland neoplasms;Pleomorphic adenoma;Adenoid cystic carcinoma;Integrins, immunohistochemistry
Issue Date: 27-May-2005
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MIGUEL, Márcia Cristina da Costa. Immunohistochemical expression of D2E1, D3E1 e D5E1 integrins in pleomorphic adenoma from minor and major salivary glands and adenoid cystic carcinoma. 2005. 173 f. Tese (Doutorado em Odontologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2005.
Portuguese Abstract: O adenoma pleomórfico e o carcinoma adenóide cístico (CAC) representam neoplasias de glândula salivar benigna e maligna, respectivamente, as quais compartilham algumas características como a mesma origem celular e uma marcante presença de matriz extracelular, apresentando, porém, comportamentos biológicos distintos. O propósito desta pesquisa consistiu em comparar a expressão das integrinas D2E1, D3E1 e D5E1 em adenomas pleomórficos de glândula salivar menor e maior e CACs. Além disso, procurou investigar se havia diferenças na expressão destas integrinas entre os subtipos histopatológicos do CAC. Foram selecionados 14 casos de adenoma pleomórfico de glândula salivar maior, 14 casos de glândula salivar menor e 10 casos de CACs. Analisou-se a presença ou ausência, localização e intensidade de marcação das integrinas. Os dois grupos de adenomas pleomórficos foram reunidos em um só para fazer a comparação entre os dois tumores. Verificou-se que houve diferença estatística altamente significativa (p<0,0001) para a integrina D2E1 entre os dois tumores, apresentando o adenoma pleomórfico, uma marcação mais intensa para esta integrina. Em relação à integrina D5E1 não foi possível a realização de testes estatísticos, ficando patente, porém, que houve uma tendência da referida integrina ser mais intensamente expressa no adenoma pleomórfico. Para análise comparativa, os CACs foram subdivididos em 2 grupos: sólido e tubular/cribriforme. Para a integrina D2E1 observou-se que não houve diferença estatisticamente significativa e em relação à D3E1 e D5E1 não foi possível a realização do teste estatístico; no entanto, também foi verificada uma clara tendência para os casos do subtipo sólido apresentarem expressão ausente ou reduzida das integrinas avaliadas. Concluiu-se que a reduzida expressão da integrina D2E1 observada nos CACs, pode estar relacionada com a menor diferenciação das células deste tumor e é possível que a reduzida expressão da D5E1, possa estar implicada em seu comportamento mais agressivo. Além disso, sugere-se que a ausência e/ou redução da expressão das integrinas pesquisadas nos casos do subtipo sólido, pode desempenhar algum papel na patogênese e no comportamento biológico mais agressivo deste subtipo tumoral
Abstract: Pleomorphic adenoma and adenoid cystic carcinoma (ACC) consist benign and malignant neoplasm from salivary gland, respectively. These neoplasms share some characteristics, such as cellular origin and considerable production of extracellular matrix, however, with distinct biological behavior. The aim of the present study was to compare the expression of D2E1, D3E1 e D5E1 integrins in pleomorphic adenoma from minor and major salivary glands and ACCs. Furthermore, it was investigated possible differences in the expression of these integrins according to histological subtypes of ACC. Fourteen cases of pleomorphic adenoma from major salivary gland, fourteen cases from minor salivary gland and ten cases of ACC were selected. It was taken into consideration the presence or absence, localization and intensity of integrin immunoexpression. The cases of pleomorphic adenoma were grouped in order to compare the expression between the distinct neoplasms. It was observed a highly significant difference (p<0,0001) in relation to D2E1 integrin between the neoplasms since pleomorphic adenoma showed a pronounced immunostaining. It was not possible to perform statistical tests considering the D2E1 integrin expression; nevertheless, it could be observed a tendency of higher staining in pleomorphic adenoma. For comparative reasons the cases ACCs were divided in two groups: solid and tubular/cribriform. It was not detected significant differences in regard to D2E1 integrin; and statistical analysis could not be realized in relation to D3E1 and D5E integrin expression. However, it was also verified a tendency of absence or reduced expression in the solid subtype. It can be concluded that the reduced D2E1 integrin expression observed in CACs may be related to a lesser degree of cell differentiation in this neoplasm and the reduced D5E1 integrin expression can be associated with aggressive biological behavior. Moreover, the absence and/or reduced expression of the studied integrins in solid ACC suggests a role in pathogenesis and more aggressive biological behavior of this histological subtype
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17167
Appears in Collections:PPGPO- Doutorado em Patologia Oral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MarciaCCMiguel_tese.pdf1,5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.