Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17209
Title: Ecologia comportamental de tropidurus Hispidus e Tropidurus Semitaeniatus (Squamata, Tropiduridae) em Simpatria, em área de caatinga do nordeste do Brasil.
Authors: Ribeiro, Leonardo Barros
Keywords: Lagartos;uso do hábitat;período de atividade;dieta;comportamento de forrageamento;ecologia térmica;comportamento termorregulatório;ciclo reprodutivo;semiárido.;Lizards;habitat use;time of activity;diet;foraging behavior;thermal ecology;thermoregulatory behavior;reproductive cycle;Semiarid.
Issue Date: 19-Mar-2010
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: RIBEIRO, Leonardo Barros. Ecologia comportamental de tropidurus Hispidus e Tropidurus Semitaeniatus (Squamata, Tropiduridae) em Simpatria, em área de caatinga do nordeste do Brasil.. 2010. 253 f. Tese (Doutorado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Abstract: This study evaluated the spatial, time and alimentary niches of Tropidurus hispidus and Tropidurus semitaeniatus in sympatry in a caatinga of Rio Grande do Norte, Brazil, as well as their foraging and termoregulatory behaviors, the activity body temperature and their reproductive and fat body cycles. Monthly excursions, from October 2006 to May 2008, were conducted at the Ecological Station of the Seridó (ESEC Seridó), Serra Negra do Norte municipality, using specific methodology for investigation of the aforementioned objectives. The two species presented similarities in space niche use, mainly in rocky habitat, however they differed in vertical microhabitat use with T. hispidus using a larger vertical microhabitat range. In the dry season the time of activity of both species was bimodal. In the wet season T. semitaeniatus showed a unimodal activity period, while T. hispidus maintained an bimodal activity period. In terms of importance in the diet, to both species, Hymenoptera/Formicidae and Isoptera predominated during the dry season. In the wet season, although Hymenoptera/Formicidae had larger importance among the prey items, lizards opportunistically predated on Lepidoptera larvae, Coleoptera larvae/adults and Orthoptera nymphs/adults. The foraging intensity revealed differences between the species, mainly in the wet season, when T. semitaeniatus was more active than T. hispidus. The mean activity body temperature of T. semitaeniatus was significantly higher than that of T. hispidus. The thermoregulatory behavior showed that during the dry season T. hispidus and T. semitaeniatus spent more time in shade or under filtered sun. In the wet season, T. hispidus did not show differences in the amount of time spent among the light exposure locations, however T. semitaeniatus spent most of their time exposed to direct sun or filtered sun. The reproductive cicle of T. hispidus and T. semitaeniatus occurred from the middle of the dry season to the beginning of the wet season. In both species, female reproductive activity was influenced by precipitation, whereas males exhibited spermatozoa in their testes throughout the year, and their reproductive activity was not related with any of the climatic variables analysed. In the two species, the fat storage varied inversely with reproductive activity, and there was no difference in fat body mass between females and males. We concluded that the segregation between T. hispidus and T. semitaeniatus in this caatinga area occurs in vertical space use, in the largest vagility of T. hispidus in microhabitat use and larger range size of their alimentary xviii items. Additionally, significant seasonal differences in relation to the activity period, body temperature, and foraging and termoregulatory behaviors between these two Tropidurus species facilitate their coexistence.
Portuguese Abstract: Este estudo avaliou o uso dos recursos espacial, temporal e alimentar por Tropidurus hispidus e Tropidurus semitaeniatus em simpatria em uma caatinga do Rio Grande do Norte, Brasil, bem como seus comportamentos de forrageamento e termorregulatório, suas temperaturas corpóreas em atividade e seus ciclos reprodutivos e de gordura corpórea. Excursões mensais, de outubro de 2006 a maio de 2008, foram realizadas à Estação Ecológica do Seridó (ESEC Seridó), município de Serra Negra do Norte, com utilização de metodologia específica para a investigação dos objetivos acima mencionados. As duas espécies apresentaram similaridades no uso do nicho espacial, especialmente no hábitat rochoso; contudo, elas diferiram no uso vertical do micro-hábitat com T. hispidus usando uma faixa vertical maior do micro-hábitat. Na estação seca o período de atividade de ambas as espécies foi bimodal. Na estação chuvosa, a atividade de T. semitaeniatus mostrou um período unimodal, enquanto T. hispidus manteve uma atividade bimodal. Em termos de importância na dieta, para ambas as espécies, os Hymenoptera/Formicidae e Isoptera predominaram na estação seca. Na estação chuvosa ainda que os Hymenoptera/Formicidae continuaram a ter maior importância entre os itens alimentares, os lagartos predaram oportunisticamente larvas de Lepidoptera, larvas/adultos de Coleoptera e ninfas/adultos de Orthoptera. A medida de intensidade de forrageamento revelou diferenças entre as espécies, especialmente na estação chuvosa, quando T. semitaeniatus foi mais ativo do que T. hispidus. A temperatura corpórea média em atividade de T. semitaeniatus foi significativamente superior a de T. hispidus. O comportamento termorregulatório mostrou que, durante a estação seca, T. hispidus e T. semitaeniatus gastaram mais tempo expostos à sombra ou sob sol filtrado. Na estação chuvosa, T. hispidus não mostrou diferenças no tempo gasto entre os locais de exposição à luz, contudo T. semitaeniatus esteve a maior parte de seu tempo exposto ao sol ou sob sol filtrado. A reprodução de T. hispidus e T. semitaeniatus ocorreu entre a metade da estação seca e o início da estação chuvosa. Em ambas as espécies, a atividade reprodutiva das fêmeas foi influenciada pela precipitação, enquanto os machos apresentaram espermatozóides nos testículos ao longo de todo o ano, e sua atividade reprodutiva não foi relacionada com nenhuma das variáveis climáticas analisadas. O estoque de gordura corpórea variou inversamente com a atividade reprodutiva nas duas espécies, e não houve diferença entre fêmeas e machos quanto a massa dos corpos adiposos. Concluímos que xvi a segregação entre T. hispidus e T. semitaeniatus nesta área de caatinga ocorre no uso vertical do espaço, na maior vagilidade de T. hispidus na utilização de micro-hábitats e maior amplitude de tamanho de seus itens alimentares. Adicionalmente, diferenças sazonais significativas em relação ao período de atividade, temperatura corpórea, e comportamentos de forrageamento e termorregulatório entre essas duas espécies de Tropidurus, possibilitam a coexistência.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17209
Appears in Collections:PPGPSICO - Doutorado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LeonardoBR_TESE.pdf2,23 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy
LeonardoBR_TESE_PARCIAL.pdf661,53 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.