Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17306
Title: Ausência do pai ao longo do desenvolvimento ontogenético e indicadores de desconto de futuro: uma contribuição da psicologia evolucionista
Authors: Batista, álvaro da Costa
Keywords: Cuidado parental;Processo cognitivo;Parental care;Cognitive process
Issue Date: 28-Aug-2010
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: BATISTA, álvaro da Costa. Ausência do pai ao longo do desenvolvimento ontogenético e indicadores de desconto de futuro: uma contribuição da psicologia evolucionista. 2010. 65 f. Dissertação (Mestrado em Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Portuguese Abstract: O novo paradigma da Psicologia Evolucionista (P.E.) vem tentando compreender como os seres humanos tomam suas decisões ao longo do tempo levando em conta as mais diversas variáveis, tendo sempre em mente que tal processo cognitivo é tributário de um complexo processo de seleção natural ocorrido nos milhões de anos que se passaram. Um dos principais temas discutidos por este novo paradigma é a questão do investimento parental, ou seja, o cuidado fornecido pelos pais a uma prole às custas do investimento em outra. O presente trabalho buscou integrar esses dois temas, tentando compreender como algumas variáveis modulam o processo de tomada de decisões de uma amostra do município de Natal, Estado do Rio Grande do Norte. Investigou-se a hipótese de que a presença de ambos os pais, ao longo de desenvolvimento individual, poderia sinalizar um ambiente mais favorável, fornecendo ao sujeito pistas de que ele pode assumir uma posição competitiva no mercado sócio-biológico. Suas decisões, portanto, poderiam ser pautadas pelo investimento de longo prazo com vistas à obtenção de recompensas mais robustas. Ao contrário, aquele que em algum momento sofreu a ausência de um dos pais poderia se desenvolver de modo não tão competitivo, passando a escolher benefícios imediatos, porém menores, uma vez que o futuro lhe seria menos previsível devido às suas piores condições de desenvolvimento. Neste estudo participaram 152 sujeitos oriundos de três Instituições de Ensino Superior, sendo uma pública e duas privadas. Pelos resultados encontrados não houve diferença entre filhos de pais unidos e filhos de pais separados ou falecidos no que concerne às taxas de desconto. Os níveis de desesperança também não influenciaram as taxas de desconto dos filhos de pais separados nem dos filhos de pais falecidos, quando comparados aos filhos de pais unidos. Não ter um dos pais por motivo de separação fez com que o filho tendesse a apresentar escores mais baixos no domínio das relações sociais do WHOQOL Bref e quando o pai estava ausente por motivo de falecimento os escores foram mais baixos no domínio de meio ambiente. Os resultados indicam que perder um dos pais ao longo do desenvolvimento influencia a percepção de qualidade de vida do sujeito, mas o método de mensuração de taxa de desconto de futuro por meio de escolhas financeiras não é sensível a essa variação
Abstract: The new Evolutionary Psychology (E. P.) paradigm has been trying to understand how the human beings make their decisions over time regarding the most diverse variables, always bearing in mind that such a cognitive process is due to a complex natural selection process that occurred millions of years ago. One of the main topics discussed by this new paradigm is the issue of parental investment, i.e., the care the parents provide to an offspring at the expense of the investment into a new one. The present work sought to integrate these two topics, trying to understand how some variables modulate the process of decision making in a sample of the city of Natal, Rio Grande do Norte state. It was investigated the hypothesis that the presence of both parents, along the individual development, could signal a more favorable environment, providing clues to the individual that he could assume a competitive position at the socio-biological market. His decisions, therefore, could be guided by long-term investments with aims to obtain more robust rewards. On the contrary, those who has suffered for some moment the absence of one the parents could develop theirselves in a not so competitive way, starting to choose immediate benefits - but lesser ones -, since the future would be less predictable due to their worse development conditions. This study involved 152 individuals from three higher education institutions, one of them being public and the others being private ones. In the results found, there was no difference between children of coupled parents and children of deceased or divorced parents concerning discount rates. The levels of hopelessness did not affect the discount rates of children of single parents when compared to children of coupled parents. Not having one of the parents because of divorce made the child to tend to present lower scores in the domain of social relations of WHOQOL - Bref, whilst the absence of the father by death made the scores lower in the domain of environment. The results indicate that loosing one of the parents along the development influences the individual's quality of life perception, but the measurement method of future discounting rates by means of financial choices is not sensitive to this variation
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17306
Appears in Collections:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AlvaroCBG_DISSERT.pdf3,82 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.